Saudades disto 💖

16:47

Estou tão desabituada de escrever que nem sei como começar este post. 




A blogosfera faz parte de mim, estou há mais anos neste mundo do que consigo contar. Sei que comecei o meu primeiro blog a sério em 2011 e foi nele que conheci muitas das meninas que ainda hoje continuo a acompanhar quer na blogosfera quer através dos meus instagrams. Sim, tenho dois: o do blog e o meu pessoal, irónico para quem é uma pessoa tão privada como eu e que obviamente quase não posta. 

De uma maneira ou de outra, por mais que me tente desligar deste mundo, não consigo largar este bocado de mim. Arranjei desculpas como "não tenho tempo" ou "dá demasiado trabalho manter um blog". Verdade seja dita, não são propriamente desculpas mas ajudam à fuga que é adorar um mundo mas ao mesmo tempo sentir que já não nos identificamos com ele nem temos mais nada para oferecer. 

Aquele boom do todo o famoso ter um blog e toda a gente achar que consegue transformar um blog numa plataforma rentável desmotivou-me, confesso. Senti que por mais que navegasse não encontrava blogs com a mesma visão que eu e sentia que era esperado de mim algo que eu não queria dar. Eu nunca quis ter uma plataforma, quero ter um cantinho onde o que importa não sou eu nem a imagem que eu quero passar mas sim o que tenho para dizer ao mundo. 

Eu sou uma pessoa bastante expansiva, estridente por vezes. de gargalhada fácil e que alinha facilmente nas maluqueiras, por outro lado, sou tímida e não gosto de me expor. Dai sempre quis manter este blog mais ou menos anónimo. Não que queira esconder quem sou, porque nunca o fiz e através deste blog já tive a oportunidade de conhecer várias pessoas absolutamente incríveis, mas a minha identidade não é algo que dou de bandeja. 

Não sei porquê agora mas o bichinho de voltar tem andado a atormentar-me. Talvez porque sinta um aberta neste mundo, cada vez mais escrever dá trabalho e é mais simples publicar um video então anda tudo mais focado no youtube/instagram. Eu tenho esta tendência a fugir de mundos que te fazem sentir a necessidade de mostrar uma vida perfeita. Não os compreendo, não sei lidar. A minha vida, é tudo menos perfeita, não é invejável,  não é instagramavel... o que lhe dá cor são as pessoas que estão nela e isso não se captura assim, vive-se! E são nesses momentos que estou 100% desconectada, estou 100% ali de alma e coração. 

Foi dos textos menos estruturados que tenho escrito, sem um objectivo inicial ou mensagem a querer transmitir, mas ao mesmo tempo tão meu. Tenho tantas saudades disto, tantas saudades de simplesmente chegar aqui num dia bom ou mau e despejar o meu coração. 💖

You Might Also Like

10 comentários

  1. Imensas saudades de te voltar a ler, agora não como Anónimo :) Um beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por estares desse lado 😘 Vou aproveitar e dar um saltinho pelo teu blog! Beijinho!

      Eliminar
  2. Saudades de te ler!Fazes falta!
    Beijinhos e um excelente 2019.

    ResponderEliminar
  3. Confesso que já tinha saudades de te ler! Sabes, também já ando por este mundo há algum tempo, ainda que com uma grande pausa pelo meio, mas acho que quem tem este bichinho acaba sempre por cá voltar. Também criei amizades graças à blogo, que ainda hoje guardo e tenho na minha vida, felizmente.
    E consigo perceber também a questão do anonimato, porque não tenho problema em dar-me a conhecer, como já aconteceu antes e mesmo desde que tenho o Shimbalaiê, mas gosto de proteger certos aspetos sabes? Acho que sou um tanto reservada neste mundo.
    Identifiquei-me :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este é um mundo cativante e de certa forma ainda um bocadinho mais livre de tanta maldade. Há (felizmente) ainda muita vontade de ajudar. Um vez blogger e o bichinho nunca vai embora, ainda que por vezes adormecido.
      Percebo a 100% o que dizes! Já das tanto de ti que não acho que seja necessário escancarar a porta da tua vida 😊
      Beijinho 😘

      Eliminar
  4. E que saudades de poder ler o que escreves!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Esse terceiro parágrafo diz tudo o que eu sinto sobre o blogue nos dias de hoje.
    Quando comecei há uns 11 anos éramos só pessoas (miúdas) a desabafar, a sermos o apoio umas das outras e hoje em dia só vejo publicidade, giveaways, likes, e outras coisas que tais. Perdeu-se a essência.
    Mas ainda há umas bloggers das "originais" por isso espero que regresses! Também estou a tentar regressar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O teu comentário aquece-me a alma. Saber que ainda há gente que vê este mundo como eu e que está também esta a tentar não desistir e encontrar aqui ainda o seu espacinho. Obrigada 😘

      Eliminar