Vida de adulto é ver o dinheiro a desaparecer no banco

22:30




É muito fácil ser-se adulta e independente com o dinheiro dos outros... o pior é mesmo quando nos vai ao bolso. Partilhei aqui convosco que já tinha começado a trabalhar, entretanto já recebi 3 ordenados e ai a contas, senhores. Não bem mas também não ganho mal, ganho acima da média nacional (pelo menos de acordo com umas estatísticas que li ontem),  mas mesmo assim o ordenado teima a mal dar para poupar. Não tenho grandes luxos, ando de transporte públicos em Lisboa, vivo com os meus pais... 
Os poucos luxos que tenho é ir jantar fora com os amigos de vez em quando. Tenho uma app aonde giro o meu dinheiro todo e estou sempre em cima do acontecimento e até tenho conseguido poupar algum. Não estivesse eu a viver em casa e o pouco que sobra é sensivelmente o que os meus colegas que moram em Lisboa pagam por um aluguer de quarto (excluindo despesas). Admiro quem consegue viver com o ordenado mínimo. É preciso uma ginástica tremenda!!! 
Espero que o meu nível de poupança aumente um bocadinho quando finalmente parar a sangria da renovação do armário. 

You Might Also Like

2 comentários

  1. Acho que o termo certo é mesmo esse: ginástica tremenda! As despesas parece que não param de aumentar e as pessoas têm que puxar de todo o lado para conseguir não sucumbir

    ResponderEliminar
  2. Deves precisar de uma ginástica incrível para isso mas tenta poupar algum enquanto ainda vives com os teus pais porque quando se muda de casa as contas aparecem por todos os lados e aí sim, é impossível juntar dinheiro para o que quer que seja! Boa sorte com isso, vais ver que com o tempo vais conseguindo juntar algum :)

    ResponderEliminar