Tabaco, o direito de fumar?

15.7.17



Adoro quando me vem com conversas como  "eu também tenho direito de exercer o meu direito de fumar" e nem pensam que ao contrário de outros vícios este é um vício que afecta quem está ao lado. Esquecendo-se que estão a obrigar quem está numa mesa ao lado a levar com o fumo, o cheiro (que custa a sair da roupa e do cabelo) e com químicos. Faz-me zero impressão restaurantes ou outros locais com zonas para fumadores, desde que quem fume não me incomode, que fumem à vontade. 

Eu que raramente já uso explanadas porque quero manter-me longe de quem fuma e se vou a alguma escolho sempre algo no cantinho para evitar estar junto de quem está a fumar. Acho um bocado indecente eu ter de me abster de usar uma explanada, que no verão é ultra agradável e estar a cozer no interior dos espaços, porque o exterior é uma nuvem de tabaco e depois ouvir que as leis afectam os direitos dos coitados dos fumadores. Como é que impor o fumo é diferente de impor a proibição de fumar em determinados sítios? 

Que o tabaco faz mal já é sabido e que há outras coisas igualmente más: obesidade, álcool, etc. Escolher fumar está nas mãos de cada um, faze-lo com pessoas não fumadoras ao lado já invade a escolha dos outros. Eu na rua, em parques, etc. eu escolho acelerar o passo mudar de sitio e eu não me importo (ok, eu penso: raios partam daquela criatura aqui a poluir o meu ar) de ser eu a mudar-me. Em cafés, explanadas eu não me posso propriamente mudar de mesa, especialmente quando eu já lá estou e vem fumar para a mesa ao lado. 

Ainda semana estive na explanada capricciosa de Carcavelos e tive um jantar romântico ao por do sol com o meu namorado até que uma grupo se sentou na mesa ao lado, começou a fumar e o ar até parecia Londres em plena revolução industrial. Foi enfardar o biscoito de chocolate o mais depressa possível, chamar o funcionário, pedir a conta e fugir dali para fora a resmungar. Com que direito é que me estragam o meu jantar estando lá eu primeiro e tendo eu o cuidado de escolher uma mesinha o mais isolada possível de quem está a fumar? 

Com que direito é que os estabelecimentos permitem que isto aconteça e não tem divisão de espaços para eu poder escolher uma área longe de quem também tem o direito de estar a fumar também ao ar livre? Porque que os dois direitos não existem? 

Estão a ver o que é estar no cinema e estar alguém de telemóvel ligado com luz a perturbar a experiência cinematográfica de todos? Ou comentarem o filme em alto e bom som? Toda a gente concorda que é uma valente merda! Porque que ter um fumador a fumar para cima de um não fumador é diferente? Também me perturba a experiência de ter um ar de qualidade ao meu dispor!

You Might Also Like

0 comentários