Ainda hoje nos perguntamos: Será que chegou a casa?

4.2.16




Há uns meses para cá, numas das nossas saídas nocturnas para jantar, cruzamos-nos com um fiat punto que me fez apanhar dos maiores cagaços da minha vida. 
Estávamos perto duma das entradas da Marginal de Oeiras e aquilo é meio estranho... uma via gigante com metade dela com raias e depois dá acesso a uma zona de estacionamento. Apesar de estranho não há como enganar. 

Iamos nós na nossa vidinha quando reparamos que o fiat punto vai aos S's e na raia. O meu namorado começa a abrandar não vá a haver porcaria e só me diz incrédulo "Ela vai-se espetar nos carros, ela vai enfiar-se pelo estacionamento a dentro" Ficamos à espera duma eventual colisão ou dum será que se apercebe dá guinada e vem para cima de nós, por via das duvidas vamos devagarinho que levar com um Punto em cima não é engraçado. Juro-vos a mulher chega ao pé dos carros assusta-se dá uma guinada de todo o tamanho leva metade dos pinos separadores com ela, Só se vê pedaços de plástico a voar... e nós atrás o mais devagar que podíamos! Do estilo "OMG QUE MEDO!" Mas a senhora qual quê... parar? Naaaa! Siga, que a Marginal é já ali!!! Ainda não refeitos do susto a senhora resolve entrar na Marginal pelo passeio lateral, meia torcida e sem abrandar. E continua o resto do caminho em cima do passeio em vez de na estrada.

Juro-vos foi entrar o mais depressa possível na marginal e arrancar dali o mais depressa possível e garantir que não nos cruzávamos com a senhora nunca mais! 
Olhei para dentro do carro e era uma senhora já velhota com o nariz colado ao volante e que mais parecia que não via nada à frente. A sério como é possível deixar alguém conduzir na estrada naquelas condições. É um perigo para ela e para nós que temos de partilhar a estrada com ela. 
Ainda hoje nos perguntamos: Será que a senhora chegou a casa?

You Might Also Like

5 comentários

  1. Realmente é assustador.. Mas uma coisa que não sabemos era o que se passava com a senhora? Será que ela fugiu? Será que estava transtornada? Será que estava lúcida? Tanta coisa que poderia ser

    ResponderEliminar
  2. Que medo...
    Chegado a casa ou lá para onde ela fosse, o carro não devia ter chegado no melhor estado.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas que nunca deveriam ter acesso à renovação da carta. São um perigo - para si e para os outros, como bem dizes!

    ResponderEliminar
  4. Tu perguntas se a senhora chegou a casa. Eu pergunto como é que alguém assim tem carta de condução!

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente são muitas as pessoas que conduzem quando já não têm capacidade para tal. Ou porque a saúde já não permite, ou por ter demasiado alcool no sangue, ou porque determinados medicamentos têm efeitos secundários em nós mesmos...
    Devemos sempre sentar-nos atrás do volante e pensar: é seguro para mim e para os outros?
    Beijinho.

    http://spiritand-soul.blogspot.pt/

    ResponderEliminar