As analises | o rescaldo...



Já que comecei com posts da saga, mais vale termina-la! Lá fui eu hoje à clínica tirar sangue. Até ter posto a patinha na sala de espera estava fresquinha silva mas depois comecei a entrar em modo "Ai, mãe! Tirem-me daqui". Um tanto ao quanto influenciado pelo choro desesperado dum bebé que estava também nas colheitas. Parecia que o iam esfolar... e eu a pensar "Ai rapaz como eu te compreendo. Não tivesse 21 anos e batia o pé igual que isto de vir à pica não dá com nada".

Quando entro no gabinete (sozinha, claro) e vejo uma moçinha em formação o desespero assola-me. "Será que é esta enfermeira que me vai tirar o sangue?," "será que ainda está no dia 1 e me vai andar a espetar a agulha nas veias todas do corpo até achar a veia certa?" ou "Será que hoje sou cobaia". Já ouvi cada história que cada vez que vejo uma "enfermeira em construção" tenho mesmo medo! Mas não, correu tudo bem! Não desmaiei... obriguei-me a respirar fundo mas estava à mesma tão tensa que quando cheguei a casa não sentia o braço. OMG! Só eu... -.-  Só "ganhei novamente" braço à poucas horas. E esta gente anda a divertir-se a gozar comigo que sou dramática! Enfim... Opah sou dramática sim mas querem fazer o quê? Mandarem-me novamente para dentro para corrigir o defeito de fábrica?


P.S. Eu sei que tenho toneladas de comentários para responder mas... estou preguiçosa e estou com pouco tempo :s

Red Carpet | Oscars 2016 os melhores da noite


Jennifer Lawrence em Christian Dior
Está super sexy neste vestidinho do estilo lingerie sexy mas sem mostrar demais, acho que as pessoas nestes eventos caem muito na vulgaridade e deixam pouco à imaginação.


Margot Robbie em Tom Ford
Só porque ela pode vestir-se de oscar e estar linda de morrer. Eu acho que é mesmo ela que veste o vestido. E só assim é que um vestido destes faz vista!


Cate Blanchett em Armani Privé (Orginal)
O meu preferido da noite! Isto é chame, é elegancia, é... simplesmente é... aprendam meninas que a Cate não dura para sempre!

A DUVIDA:


Charlize Theron em Dior 
Apesar de o vestido num todo ficar elegante olhando para o decote, para as alças... começo a encontrar coisas a que torço o nariz. Não me convenceu tanto como é costume dela. Que na minha opinião, é a Sra Passadeira Vermelha! 


Red Carpet | Oscars 2016 Os fura expectativas...



Cate Winslet em Ralph Lauren
Aquilo é Saco do lixo? Cetin? Latex? Aquilo é o que mesmo? Independentemente do que seja não é bonito!


Heidi Klum em Marchesa
Já houve tantas piadas, a comparação à esponja do banho, ao papel higienico. C'mon Heidi... tu que és gira que doi e que meio mundo gostava de ter os teus genes e tu desperdiça-los a usar coisas destas. Não se faz!


Olivia Wild em Valentino
Muita gente tem adorado mas eu cá detesto. Acho que não é elegante, é vulgar, mostra grande parte da mama... Aquela gargantilha faz com que o decote pareça um rectângulo. E quando se mostra as costas não se costuma mostrar a frente ou é demasiada pele à vista para uma gala. Estilo jardineira em vestido. Para mim uma fraca inspiração do Louis Vuitton da Alicia Vikander.



Daisy Riley em Chanel
Por detrás prometia mas... vendo bem a coisa correu tudo menos bem. A cor não me incomoda porque ela tem um tom rosado e não para o cal.  A altura teria sido melhor sem o tule(?) ou seja só até à linha de aplicações. Mas aquela curvinha no tule na cintura, os sapatos... Fica super estranha, e fa-la "pequena". Esperava bem mais!


A DUVIDA:


Brie Larson em Gucci
O vestido em si não é dos piores mas não é bonito. Simplesmente por causa das barbatanas laterais. O peito e o cinto são lindos mas a parte de baixo mehhhhhhh... Este vestido deixa-me confusa!


Ainda das analises...





Geralmente se eu faço analises todo o clã faz... vamos o 4 poupa-se um só ida... ou vamos, no pior dos casos, 2 a 2. Ladies uma vez Gentlemen noutra ocasião. No ano passado, fui só eu e a minha mãe. E no final analise dá-se-me uma coisinha má e digo "Sra enfemeira, eu vou desmaiar" e viro cal e estatelo-me redondinha no chão. A minha mãezinha galinha em vez de ter calma, estar quietinha e saber que e normal porque estava nervosa e em jejum não, panica e agarra-me (pelo braço que ela tinha tirado sangue, boa mãe!) em pleno panicanço!
Este ano ficou cheinha de medo e não quer ir comigo porque acha que vou andar a colapsar a cada passo que dou. Portanto incumbiu o meu pai de ir comigo, entrar comigo para o caso de desmaiar me apanhar (eu devo ser um cachalote qualquer que peso toneladas) e garantir que eu sobrevivo! Vamos ver como corre amanhã. Entretanto cá em casa estamos em modo "gozar com o fanico da Ella" 

Afinal ainda não é desta!


Está uma pessoa toda contente porque segunda não tem aulas logo vai poder assistir aos oscars até que chega à cozinha e o pai diz "segunda saímos ás 8h30 para irmos às analises". Noooooooooooooooooooo! Já me tinha esquecido completamente que era preciso ir às analises. Vida triste! Ainda não é este ano que vejo mais do que o inicio da passadeira vermelha e ainda por cima porque tenho de fazer analises. 

Pergunta mais estupida do universo



A pergunta mais estúpida do universo é: "Não te sentes inferiorizada por seres canhota e o mundo estar preparado para destros?"

C'mon...

Primeiro, eu não estou errada! É o mundo que é parvo e não compreende a grandeza de se ser canhoto.
Segundo, mas esperam o quê? que eu diga... "sim, sinto-me imenso excluída do mundo, choro todas as noites. *choro incontrolado* Até já pensei arrancar a mão esquerda de tanto ódio que tenho a mim mesma!"
Eu não sou um alien, sou só canhota! Well, se fosse seria o alien mais giro do espaço visto que não sou verde nem tenho três olhos...
Eu sei que existe um taxa de mortalidade pelo uso indevido de equipamentos por canhotos visto que não são adaptados para nós.... mas acalmem a pipoca! Eu não vivo uma vida assim tão louca!

O mundo está louco!!




O que aconteceu a Lisboa que estou na faculdade e em casa farta de ouvir cair granizo (e ainda são uns pedragulhos jeitosos)???? Estamos em Lisboa, são Pedro! Não no sopé da serra da estrela... Arranja "masé" aí a tua lista de previsões que isso está para lá de trocadinho! 
É que vai uma pessoa a sair do carro do namorado vai uma rajada de vento e era eu e era a porta do audi, valeu a porta ser tudo menos leve! Havia de ser no meu Peugeot, que é uma peninha, e íamos os dois "alegremente" pelos ares!!
Este fim de semana estou de clausura... Juro-vos com os meus 42 quilos são IMPOSSIVEIS de se sobreviver nesta ventania. É dar dois passos e pareço a Mary Poppins (referência demasiado antiga?!)

#VidaDeEstudanteÉF*****




Estudante que é estudante começa a primeira semana de aulas com uma entrega e uma avaliação. O resto não passa de um bando de meninos!! (jk) Sabem aquela sensação de começar as aulas e os primeiros dias é basicamente a pasmaceira? Eu não! 

Quem vir o meu blog nestes dias eu pareço daquelas velhotas a reclamar com tudo. E ainda por cima estou parvinha, vá... quiçá seja o meu estado natural. Não confirmo nem desminto! E agora o alvo está na faculdade mas que posso dizer? Se eu sou uma excelente reclamadora... Mas a minha faculdade está a fazer-me um real manguito e dizer "Sua escrava, trabalha!" Enfim... fui eu que me inscrevi, neh? Dizem... corre o rumor (vá, as más línguas...) que cada vez que há inscrições somos infectados com o virus da "vontadus estudantilis" e o povo nem está em si  e quando se dá por ela não há nada a fazer, inscrições fechada, e lá vai uma pessoa para a faculdade. Arrasta-se mais um semestre. 

O pináculo da educação.




Correu portugal inteiro mais uma série de vídeos da Bernardina da Casa dos Segredos a espalhar charme com os seus habituais churrilhos de palavrões (e alguns acrescentos ao nosso vocabulário). Um encanto, para mostrar as miúdas de agora como se ser mulher, como ser respeitada e como estar numa relação. Ensinar que em publico dizer palavrões é aceitável, que a humilhação pessoal e a falta de amor próprio é normal e que a forma de obter um homem é objectivarmos-nos sexualmente. TVI, estás a fazer um excelente trabalho manteres alguém assim em horário nobre.
A forma como a moça é e humilha não me cabe a mim julgar mais do que achar que está completamente errado, muito menos a forma como educa o filho e se dá ou não amor, mas uma televisão portuguesa permitir algo assim é extraordinariamente mau! 
Não se trata de não gosta, não vê porque isto já ultrapassou no trash tv. Isto é simplesmente inaceitável de se reproduzir para um pais. 

Quebrar a rotina



Dia de quebrar a rotina, o dia passado a dois, visita ao Real Bodies na cordoaria nacional e jantar no mercado de algés.
Se tiverem a oportunidade de passar pela cordoaria nacional e dar um saltinho na exposição mais completa de órgão e corpos humanos reais, façam-no! Porque é super detalhada, bem explicada, super completa e aprende-se imenso. Tem pessoas de todas as idades, saudáveis e doentes. Nota-se imenso o efeito do tabaco nos corpos é assustador, podem ver corpos em "fatias" e fetos nos vários estados, órgãos de crianças e órgãos com cancro. 

Quer-se é originalidade:

Demasiado irónico? Nunca!

Eu não costumo levar as coisas a sério muito menos me melindro com o que me dizem e acho um piadão quando se dão ao trabalho de para alem de insultarem, fazem-no de forma original. Cabra, vaca, p*ta... isso já nem mete piada ouvir. Banalidade nível máximo! No verão passado insinuaram no blog  que eu estava numa chamada, fase rameira.

 Eu ri-me tanto mas tanto mas tanto. Porque nunca me tinham chamado tal coisa e inclusive mostrei ao meu namorado e a alguns amigos. Anónimos assim é que é: originais e dedicados que perderam mais de 10 segundos a pensar no insulto que não é o pão nosso de cada dia. 

E a vocês? Qual foi o insulto mais original que vos disseram?

P.S. Eu tenho maioritariamente anónimos 5* que tem sempre comentários produtivos. Atenção. Isto são excepções. E eu geralmente não publico este tipo de comentários insultuosos para comigo e para qualquer outra pessoa. Como eu toda a gente já recebeu algum insulto que mais do que irritar dá vontade de rir!

Estou a reparar num padrão...

Está-se me a querer parecer, que a culpa não é ser universitária, é estar-se a estudar para engenharia! Têm toda a minha solidariedade vida de quase engenheira é lixado! Porque estamos a tirar um curso de informática (no meu caso) mas também de engenharia e isso é sempre complicado, com cadeiras que não nos dizem nada e um esforço gigante para podermos dizer "eu sou engenheira"

Universidade | A melhor fase da vida, hum hum... não!




Adoro a capacidade das pessoas dourarem a pílula de tudo! "Tudo o que faço é fantástico", "sou totalmente realizada", "sinto que estou no melhor lugar possível" quando geralmente não... Custa, doí e arrastamos-nos em 60% do tempo. 

Adoro quando as pessoas dizem "Ah... Foi o melhor período da minha vida", "Vida de universitária é um sossego", "Nem sabes a sorte que tens"... Não, não, não! Eu trabalho que nem uma cadela, durmo mal, há semanas que a minha cama, a minha família e o meu namorado são estranhos para mim e nem sempre sou recompensada por isso. Ou a nota não vem tão boa como eu trabalhei para ela ou nem passo à cadeira (e se chumbei a cadeiras foi sempre com positiva). Mas ai estamos a ser injustas porque é uma fase "sem preocupações", "somos jovens", "das amizades" e "com tempo" (ONDE?!) mas não é a melhor fase da vida, nunca é. Se for por ai a melhor fase aos 3 anos! Em que não nos preocupávamos com nada e qualquer problema era resolvido com um beijinho dos pais e as amizades começavam com um "queres ser meu amigo?"

Com o tempo os sacrifícios esbatem-se e as saudades dos tempos bons (que também existem e quando os há são excelente) ficam e temos a tendência de dourar a pílula quando chegar até dado lugar tem um imenso trabalho por de trás. 

Eu também não estou num curso fácil porque tenho imensa carga horária e de trabalho extra faculdade mas não vejo onde há grande vida universitária e "vida loka" isto se quer acabar o meu curso (licenciatura + mestrado) em 5 anos.
Depois ouço coisas como "não pensava que isto era tão difícil" pois não... ias lá e eles davam-te o curso de borla? Nem toda a gente é o Relvas ou o Sócrates em que tiram o curso ao Domingo e lêem o Jornal Económico e tem logo uma equivalência à cadeira de Económico. (Sem qualquer bocas para qualquer Universidade, porque quando se tem dirigentes com o rabo preso e há ameaças não há nenhuma faculdade imune ao poder da politiquice) 

Em modo: Mentalmente espapaçada!


8h de aulas com apenas hora e meia livre e cheia de saudades da minha caminha. O primeiro dia a sério da aulas foi tudo menos fácil. Demasiadas aulas teóricas é de bater com a cabeça nas paredes. Não me "gusta" esta coisa de dois dias em casa saio da faculdade a arrastar-me. Enfim... amanhã há mais. E cheira-me que vou sair lá com vontade de me enfiar a um canto a carpir compulsivamente enquanto enfardo chocolate e corto os pulsos. Oh vida... Pode ser que amanhã consiga produzir qualquer post com quiçá algum conteúdo. Vamos ter fé! 


Yoga, vencer a preguiça




Mesmo quando sabemos que algo é bom para nós, custa! Um pessoa tirar o rabo da cama quando dormiu mal  e é cedissimo e está chuva, frio e vento para tomar um banho e meter-se à estrada para ir torcer-se toda é obra! Especialmente sozinha... Já que a minha companhia resolveu ir espalhar charme para outras freguesias. 

Durante o semestre a coisa ainda se dá que a pessoa na volta segue para a faculdade, mas e durante a época de exames e as férias? Ah pois, sair da cama cedo só de grua. Mas lá me enchi de coragem e venci a preguiça. Agora com novo horário, já não me vejo cansada da faculdade a andar a levantar-me cedissimo e lá mudei o horário para a hora de almoço. Larguei as minhas simpáticas companheiras da 3ª idade, que dão uma "abada" descomunal no contorcionismo e abracei os engravatadinhos e as senhoras das empresas na sua pausa para almoço que apesar de estarem menos avançados são um grupo difícil de acompanhar. 


Vamos a ver como corre... o que é certo é que estou cada vez a acompanhar melhor as saudações, já tenho mais flexibilidade, já consigo manter melhor a respiração e fazer as posições durarem mais tempo. 

De noite de ontem


Íamos na recta do dafundo, a entrar na marginal e era um imenso aparato policial a caminho de qualquer lado. Mal sabíamos que era para Caxias. Inacreditável, o mar estava enganadoramente calmo. Como é que uma mulher leva duas crianças pequenas aquela hora para o mar. Dá a impressão de tudo menos um acidente, mesmo que se tenha arrependido. Estou chocada, por pior que as coisas estejam os inocentes não deviam pagar pelas nossas escolhas, se for o caso. 

Bem vinda ao mundo real Ella!



Nada diz tão bem "bem vindo ao novo semestre, gratos pela vossa inscrição" como um trabalhinho - eufemisticamente falando - já para amanhã. Oh doce e bela faculdade as saudades que eu não tinha tuas! 

Diz-se que é dia dos namorados


Não tenho por hábito comemorar particularmente estes dias para além de um beijinho extra. Sou contra o consumismo do dia, acho que um caixa de chocolates, um ramo de flores, aquela mensagem, aquele jantar não devia ser marcado no calendário. Custa-me não o ver hoje, da mesma forma que me custou não o ver ontem, mas se o visse seria com a mesma vontade com que vou estar com ele amanhã.

Reparei que há lojas de animais com descontos especiais para estes dias, custou-me ver porque um animal é um compromisso, não um doce de chocolate surpresa que mia ou ladra. Para anos mais tarde perder a graça e ser abandonado. 

Voltando à parte romântica da coisa: Hoje, ontem e amanhã tenho toda a sorte do mundo em te poder chamar o meu namorado e eu sei que tu tens plena noção disso e que é reciproco. 

5ª foi dia de DEADPOOL


Quinta estreou um dos filmes mais awesome de sempre e claro que fomos ver (eu + o meu namorado + 7 amigos rapazes... Já se está a tornar extremamente normal eu ser a única mulher do grupo - OMG cada vez que digo "única mulher" só consigo ouvir o Anselmo Ralph a cantar na minha cabeça, por favor salvem-me!)
Não é qualquer pessoa que vai ver este filme é preciso alguma bagagem porque o filme é SÓ merda... ele só diz merdaaaa desde a intro até aos créditos finais mais a cena extra. Preparem-se para ouvirem dick jokes a cada 2 nano-segundos, preparam-se para ver puré de pessoas, preparem-se para ele fazer tudo ao contrário do que seria expectável fazer. Não é à toa que é Rated R nos Estados Unidos... Isto não é um filme para meninos. 
Para mim, um dos melhores filmes do ano. Levou os filmes de "super heróis" a outro nível.

Vamos fazer as contas?




Já tinha mandado a boca à nova taxa dos combustíveis só de fininho mas hoje resolvi fazer as contas e ver se a "dica" do Costa - Deixar o carro parado, ir de transporte" - se aplica e como desconfiava é claro que não! E vim partilhar o meu caso pessoal, porque para mim é crucial saber se as minhas escolhas são as correctas ou nem por isso. Aquela ideia do "Tenho mais ou menos uma ideia daquilo que gasto" é a principal causa das pessoas não saberem poupar.

Ora vamos aos factos:

Cultura!


Fascina-me a ignorância dum povo! Que não sabe o que é teatro, não conhece museus, não conhece mais do que a musica comercial... Mesmo que me chamem a "Rainha do Conhecimento Inútil" eu gosto de ter esse gosto em procurar saber mais. Influência da educação vinda dos meus pais, claro! Não é preciso gostarmos do mesmo, é preciso é interessarmos-nos por algo mais do que é visível e do que nos é mostrado já filtrado e já mastigado pela a televisão e redes sociais. 
E é em parte isso aquilo que procuro na blogo e nos blogs que sigo, pessoas apaixonadas pelas suas ideias e interesses e que a cada texto dão um bocadinho de si e nos cativam.

Wait? What?


Wait... Wait... What?! Como assim tenho que começar a pensar na tese e no orientador?

Horário...


Diz-se que foi dia de construir o meu queijo suíço, vulgo Horário. Devo dizer que "só" tenho aulas durante 3 dias. Aqui uma pessoa até se entusiasma, porque um deles é segunda... fim de semana prolongado e tal. Depois quando pensa que esses 3 dias são dias das 8h às 20h só me apetece "chorar". Digam-me como vou conseguir aguentar a tortura de ficar 12 horas em aulas. Só assim de me dar a travadinha. Enfim... coragem!  Alguém teve melhor sorte para o segundo semestre? 

"Change Your Attitude c/ Ângelo Rodrigues"


Tinha de partilhar com vocês este video que me apareceu no face. É importante lembrar, por ás vezes o sermos a "maioria" faz-nos esquecer que algo tão simples para nós possa ser uma luta para outros. É importante iniciativas destas, e que eles nos lembre, do que não está bem e é preciso ser melhorado. A cidade tem de ser um bocadinho mais acessível mas sem perceber o seu carisma. É preciso por os arquitectos de paisagísticos juntamente com quem tem limitações para que cada intervenção seja real e possa incluir cada vez mais gente. 

Uma hora para percorrer 800 metros é absurdo...  

Deve ter sido a ideia mais estúpida de sempre




Tenho de começar o post com um: Eu adoro crianças. Bem educadas, bem comportadas e cujo os pais saibam distinguir o ser criança do ser um completo monstrinho.

Hoje é Carnaval, Hoje é feriado (ou já não é?! Não sei... isto muda de governo para governo) e eu fui-me meter num shopping. Eu fui-me meter num shopping e de livre vontade.  Definitivamente, estou louca! Estacionar foi o caos mas o pior de tudo era conseguir andar lá dentro. Mil e uma famílias, os putos mascarados, a esfregarem-se no chão e a caírem aos nossos pés. Omg, eu hoje ia matando umas 20 criancinhas só de quase as abalroar. E quando a pequenada sai à rua, levam os "pais fixes" que se estão basicamente marimbado para o facto de andarem a lamber o chão ou a comer o corrimão à dentada. Enquanto o pai diz "Zé Maria... viu bem que está a fazer? Isso é feio, filho"  e o Zé Maria ignora e continua a mastigar o corrimão. Um charme, portanto! Por paizinhos destes é que depois o Zé Maria chega aos 24 e tem um "melt down" devido a frustração de receber um não e não saber lidar com ele. Tudo porque em pequeninos os pais deixavam andar a comer o corrimão à dentada.

Eu devo ter estado 20 minutos no shopping e queria lá lanchar mas zarpei o mais depressa possível que eu não tenho filhos logo não preciso de aturar os monstrinhos dos outros.

Josefinas Audrey

Fosse eu rica e as fantásticas Josefinas Audrey vinham a voar para o meu armário. Ai o que um par de sapatos me faz... Eu sou louca por qualquer sapatinho bonito!!








E umas josefinas vinham tão bem comigo para casa. Bem, não custa sonhar! Não fossem 620 euros e nós iamos ser tão felizes juntas! Quem me manda ter tão bom gosto?!

Destino?



As vezes pergunto se estamos mesmo cá de livre arbítrio ou se temos qualquer propósito a que estamos destinados.

O problema do socialismo!

Eu sou capitalista mas acredito que um povo pode e deve juntar o capitalismo com politicas que garantam o mínimo a todos os seus cidadãos. Eu acredito que todos devemos ter a oportunidade de ter uma casa, segurança e emprego. E que se trabalhamos podemos ter vidas a que o nosso trabalho corresponde. 

Uma pessoa que chega ao 9º ano e desiste da escola (eu ainda sou do tempo em que o 12º não era obrigatório), começa a trabalhar, ter direito a ter uma vida independente aos 21.
Eu estar na faculdade, estudar que nem uma besta e ainda depender financeiramente dos meus pais para poder estar focada no meu curso (ok, porque poderia ser trabalhadora-estudante mas isso leva mais anos e os meus pais podem-me pagar o curso). 
E no final de contas a pessoa do 9º ano ficar traumatizada daqui a 5 anos eu vou ganhar mais? Estando eu no inicio de carreira e eles não? Mas o mundo está louco? Há um trade off que no meu ver faz sentido! Eu ganho mais no inicio porque me formei para isso, eles ganham menos porque começaram no 0 e tem de crescer no emprego, e isso leva mais tempo, ou porque estão em empregos para pessoas menos qualificadas. Simples, são escolhas, são vontade, são determinações. 

O que já não é certo um licenciado ou uma pessoa com o 9º ano não lhes seja dada a hipótese se sequer poderem trabalhar. Porque as pessoas que nos governam são otárias e acham que em vez de fazer um povo crescer é preciso ter votos e ficar a aquecer o lugar.

Cada vez mais acredito que o socialismo e o comunismo são tipos de politicas que enganam as pessoas. 




É tão isto que penso! O socialismo não quer ajudar os pobres, o socialismo quer que não haja ricos para os pobres não se sentirem tão pobres como são! E eu não quero ser pobre, não quero ver pessoas em dificuldades quero um pais que gere riqueza para que todos possamos viver confortavelmente. A riqueza não vem da herança, não vem da sorte, nem dos tachos... vem do trabalho minha gente! 
Quando se dá tantos subsídios, quando as famílias para ganharem mais ficam em casa porque ganham menos trabalhando, quando se dá 10 euros a mais a todos (que não serve para nada), ficamos todos mais pobres!!

Quando se corta 7 cêntimos na gasolina de todos só porque tem de se cumprir um défice com a desculpa de que pobre que é pobre só anda de transportes públicos. Pobre que é pobre, não anda em lado nenhum porque passes a mais de 30/50 euros por mês e com greve dia sim dia sim é gozar com o pobre e com os Portugueses em geral! Eu com carro, gasto menos em gasolina que no passe. Irónico, não?

Ele queria uma mascara! Eu sugeri!




Disse-me que tinha de levar uma peça para o ginásio alusiva ao Carnaval.  Não podia não sugerir ser um tutu rosa choque com brilhantes para eu me partir a rir enquanto o tutu esvoaça quando ele está vigorosamente a fazer os seus squats. Obviamente, ele adorou a ideia. Vai são tão awesome!!!! 

Hum... agora arranjar algo que sirva a um homem de 1,85m... vai ser obra!

Salinas de Rio Maior

Ontem foi dia de ir às Salinas de Rio Maior que eu pouco ou nada conhecia. Tudo o que sabia era que não eram das normais, ao pé de mar e cujo o sal consegue ser 7 a 10 vezes mais "salgado" que o comum. Este sal é recolhido através da extracção de agua salgada que corre nos lençóis debaixo da salina e provem duma nascente de agua doce que passa por um filão de 100km de sal-gema, solidificado após o recuo do mar. Para além da sua origem invulgar, o próprio processo de extrair o sal é bastante artesanal e natural, isto é, o sal depois de recolhido não é lavado nem leva químicos. Logo é um sal de bastante qualidade e com uma produção que é quase toda exportada para a Alemanha, usado para consumo próprio e fins terapêuticos.

Outra curiosidade do local são os armazéns dos salineiros que são feitos em maneira, incluindo as fechaduras e respectivos canhões,  para evitar a corrosão pelo sal.  
Todas as fotos do post são tiradas por mim! 



Ainda hoje nos perguntamos: Será que chegou a casa?





Há uns meses para cá, numas das nossas saídas nocturnas para jantar, cruzamos-nos com um fiat punto que me fez apanhar dos maiores cagaços da minha vida. 
Estávamos perto duma das entradas da Marginal de Oeiras e aquilo é meio estranho... uma via gigante com metade dela com raias e depois dá acesso a uma zona de estacionamento. Apesar de estranho não há como enganar. 

Iamos nós na nossa vidinha quando reparamos que o fiat punto vai aos S's e na raia. O meu namorado começa a abrandar não vá a haver porcaria e só me diz incrédulo "Ela vai-se espetar nos carros, ela vai enfiar-se pelo estacionamento a dentro" Ficamos à espera duma eventual colisão ou dum será que se apercebe dá guinada e vem para cima de nós, por via das duvidas vamos devagarinho que levar com um Punto em cima não é engraçado. Juro-vos a mulher chega ao pé dos carros assusta-se dá uma guinada de todo o tamanho leva metade dos pinos separadores com ela, Só se vê pedaços de plástico a voar... e nós atrás o mais devagar que podíamos! Do estilo "OMG QUE MEDO!" Mas a senhora qual quê... parar? Naaaa! Siga, que a Marginal é já ali!!! Ainda não refeitos do susto a senhora resolve entrar na Marginal pelo passeio lateral, meia torcida e sem abrandar. E continua o resto do caminho em cima do passeio em vez de na estrada.

Juro-vos foi entrar o mais depressa possível na marginal e arrancar dali o mais depressa possível e garantir que não nos cruzávamos com a senhora nunca mais! 
Olhei para dentro do carro e era uma senhora já velhota com o nariz colado ao volante e que mais parecia que não via nada à frente. A sério como é possível deixar alguém conduzir na estrada naquelas condições. É um perigo para ela e para nós que temos de partilhar a estrada com ela. 
Ainda hoje nos perguntamos: Será que a senhora chegou a casa?

Isto da Barbie e do Ken já enjoa



Sou só eu a achar que esta ideia de tornar a barbie em todas nós é só a ideia mais parva de sempre?
A Barbie é isso mesmo um brinquedo não real cujo corpo perfeito é isso mesmo a perfeição e ninguém no seu estado normal nasce como a Barbie. 

Quando se compra carrinhos às crianças ninguém compra uma fiat punto mas sim um Lamborghini ou carros de corrida... será que vamos ter ai fiat pandas, opel corsas ou modus na hot wheels? Hum... ninguém diz quero mesmo um Ken careca! Acho interessante haver a Barbie negra, cigana, loira, morena, ruiva, chinesa... para incutir a multiculturalidade às crianças, agora uma Barbie baixinha e um Ken careca?! For real? Isto é para os pais se identificarem ou para as crianças?