Sugiro acender umas velinhas


Leo, Leo este ano estamos todos, mais uma vez, a torcer por ti. Mas só por via das duvidas sugiro fazer um vigilia e acender umas velinhas.
#PrayingForLeo 

(Caso não resulte podemos sempre seguir a minha ideia inicial: alegar racismo e fazer um boicote aos oscars)

Agora são duas semanas


Sexta foi do dia do ultimo exame, cheguei a casa e pus-me a vegetar no sofá enquanto colocava as series em dia. Ainda estou em modo apático, com imenso somo e cansaço acumulado. Não foi uma época de exames grande, na verdade foi só a um exame de melhoria mas deu um trabalho daqueles. Ontem foi dia de passear e ir a Carcavelos ver o mar, andar, falar e namorar. 
Fazer nada juntos é dos melhores planos de sempre! Agora são quase duas semanas em casa. Vai saber bem!

Catastrófico!!




Yep, é a única palavra que me ocorre quando me olho ao espelho e vejo um daqueles ataques de adolescência tardia. Não sei se foi uma alergia, se foi todo um caos, se foi vontade de as minhas hormonas que fazerem um "F*ck You"... Mas o que é certo que é parece que estou outra vez com 16 anos e com toda uma borbulharia na testa, costas, peito... Juro-vos que já não apanhava nada assim desde os 16.  E pronto à coisa duma semana acordei com vinte mil borbulhas todas excitadas da vida por virem ao mundo. 

Oh Deus me valha. Já tão em fase "morre, não morre" mas o que é certo é que cada vez que vou ao espelho rogo-lhes mil pragas, individualmente! Eu no meu 1,56m e 42 quilinho já pareço um mulherão então com a borbulharia toda em êxtase é que mando mesmo respeito... E o meu namorado tem só um sentido de humor apuradissimo portanto  tenho sido uma "vitima fácil". Portanto só lhe tenho a dizer:


Que a vingança é um prato que se serve frio e quando aquela criatura barbuda cortar novamente a barba e ficar com aquela mistura Sam Smith misto com baby face eu vou cobrar!!!!! 

Gosto desta nossa maneira de brincar com as coisas e principalmente connosco. Porque ambos detestamos levar as coisas demasiado a sério e somos ambos a ironia em pessoa! E somos TERRÍVEIS! E eu adorooo! Só ele compreende o meu humor a 100% esta ironia sarcástica com um pingo de humor negro e vontade brincar connosco e muita, muita estupidez. E ele é... pior que eu! XD


Não concordar VS Impedir!




Incomoda-me pensar que existe cidadãos exemplares que por raça, sexo, orientação sexual, entre outros não possam ter os mesmos direitos que qualquer outro cidadão que se enquadra numa situação mais favorável aos olhos da sociedade. Especialmente por motivos que não são escolha nossa, nasce-se assim.  

Não questiono o facto de compreenderem a diferença, acho irrelevante que gostem ou desgostem. Na verdade, se alguém não suporta gays, pretos, chineses, mulheres, bebés pouco ou nada de importa, não critico, não acho mal, é-me totalmente indiferente, mas impedir que outros não tenham os mesmos direitos que nós porque não concordamos com algo? Isso sim, deixa-me fora de mim! Ninguém é superior a outros para se achar no direito de julgar o que quer que seja. Seja certo ou errado porque, na verdade, tudo depende do referencial!

24 de Janeiro - Presidenciais



Usufruam do vosso direito de voto, é um dever nosso não dar este direito como garantido. Mesmo que votem nulo, é melhor do que não querer saber e não votar. Independente de valer a pena ou não e de os candidatos serem o que são! Caso contrário... democracia para quê?! Eu adoro a democracia e a liberdade portanto faço tudo o que puder fazer para as manter do meu lado! 

Faculdade | O Meu Mestrado



Já não sei quem foi a menina da blogosfera que ainda há pouco tempo andava à procura de estudantes de mestrado para esclarecer duvidas. Ainda em agosto passado estava eu preocupada da vida porque ia começar esta nova fase e não sabia nada de como isto se processava. Portanto lembrei-me de partilhar o estado actual das coisas com vocês!! 

O meu estado actual: Aluna de licenciatura, finalista, que está a tirar em avanço cadeiras de mestrado.  (Para mais informações sobre o meu estado académico).

Um aluno de mestrado pode ser:

Já me cansa a polémica dos oscars.


Para mim, o racismo começa quando há a necessidade de realçar a diferença quer seja para sobrevalorizar ou não! Esta condescendência pelo direito de reivindicar o "ai pobre de nós" é por si um acto de racismo. Para nós e para eles! É triste... Um ano de filmes sem grandes protagonistas negros/pretos , ou melhor, um ano com tão bons ou melhores actores/realizadores/whatever brancos não pode não ser premiado. Este ano não há grandes nomes ou grandes revelações e as que há infelizmente fazem parte de uma lista com mais gente e alguém tinha de ser escolhido. 

Ou quando a lupita/Viola Davis/ Morgan Freeman/ Will Smith (e a lista continua) venceram/foram nomeados alguem disse algo contra? Muito pelo contrário... a Lupita até deu show e toda a gente a viu como uma It Girl. Independentemente ser branca, preta, azul, às pintas ou em degradé... Haja paciência. 

Quão ridículo é ter um lugar porque acha que se faz parte duma minoria ou dum grupo não privilegiado? Eu como mulher não quero ser contratada porque fica bem ter ter x numero de mulheres ou quão triste é contratar algum deficiente só porque se tem de preencher a percentagem de inclusão e não porque tu dizer "Damn este/a gajo/a é mesmo excelente. Preciso dele/a" e a idade/género/raças eventuais condições físicas se tornam acessórios. 

Coitado do DiCaprio... esse sim é que sofre ano após ano e não faz boicotes. Vamos a academia acusar racismo? 

Não me diz nada!


Este tipo de imagens são lindissimas e tal... mas, quando olho para isto imagino uma criatura qualquer a desfazer o quarto para ir buscar quadrinhos, pincelinhos por estrear e uma data de revistas com nomes bonitinhos. Andar a ali de regua e esquadro e de rabo para o ar para apanhar a luz certa. Colocar a foto do dia no Instagram e rezar para que os seguidores veja uma vida tão bela quando a montagem... Sim porque isto de realidade tem zero. Ou andamos todos com cremes chanel e batons marc jacobs por estrear só para fotos? Enganem-me que eu gosto! 

Provavelmente...



Provavelmente das musicas (versão do José Gonzalez) que mais gosto e mais me tocam. Fico sempre "coisa" quando a ouço tem um significado qualquer.

O que?! 2 Exames? NÃO!


Os cenários são:
  1. Não tenho a nota que quero nos dois exames e tenho de os repetir. Descobri que são os dois no mesmo dia, seguidos! 6 horas ali a morrer... wow o sonho.
  2. A um dos exames não tiro a nota necessária e repito o estudo de milhares de slides. E o outro fico com a nota que tiver. Mesmo que seja merdosa.
  3. Acontece um milagre e tiro boa nota num e repito o outro. 
Pensado na bigger picture: Ter passado sem drama a 4/6 cadeiras com notas boas. Quando geralmente costumo só fazer as normais 5 cadeiras. Este semestre inscrevi-me a uma extra, esforcei-me imenso e trabalhei que nem uma besta!

Toda a paciência do mundo!


Obrigada por toda a tua paciência, opiniões, carinho e segurança. Eu podia dizer que se não fosses tu eu não sabia lidar com isto mas, era mentira. Eu ia saber sempre! Porque eu sou assim, deixo todo o peso do mundo cair sobre os meus ombros como sempre o fiz. Mas tu mostras-me que eu não preciso de suportar tudo sozinha e que eu também mereço que alguém cuide de mim e não precise de ser só eu a cuidar dos outros.

Real, not perfect!


Irrita-me aquela expectativa da perfeição nos outros. Sou apologista da ideia de "Se não ofereces, muito menos o podes exigir". Eu falho, eu não sou perfeita, eu tenho defeitos e cometo erros, não estou sempre de bom humor, nem sempre tenho a palavra certa e apesar de quase sempre ter razão, é quase certo que a vou perder logo a seguir por resolver as coisas a quente. Contudo, tento sempre dar o melhor de mim. O pior é que o 24/7 nem sempre dá margem para a pessoa respirar, contar até 3 e deixar a pressão fluir. 

Educação vem do berço




Na minha opinião, ter um rico berço é bem mais importante que ter um berço rico! Coisas tão simples como a boa educação passam ao lado de muita gente. Incomoda-me ver pessoas sem o menor respeito por elas próprias e e por quem as rodeia, fazendo dos palavrões parte de qualquer discurso. Especialmente referindo-se as suas partes intimas. Pessoalmente, faz-me nervos o termo "C*na" e C*ralho referindo-se aos ditos em discurso do dia-à-dia e para o povo ouvir. Nem mesmo em casa. Não faz sentido. 
Muito menos estou em interessada em que me falem das partes dos outros. Tenho 0 a ver com isso e quero continuar com a minha ignorância, Obrigada! 

Aos 21!



Ainda antes de começarmos a namorar disse-lhe:
Sempre tive aquela ideia parva dos 21, era a idade certa! E os 21 não podiam estar a correr pior.
E lembro-me que ele disse qualquer coisa como:
Se calhar são os 21 a livrar-se do que tão de faz falta para que o resto do ano seja extraordinário! 

Esta criatura sabe do que fala, porque para alem de o ter arranjado, os 21 estão cada vez a correr melhor!! 

Daquelas coisas mesmo tristes:



Eu faço parte da geração que cresceu com a excitação da saída dos filmes e dos livros do Harry Potter. E parecendo que não há personagens que se torna queridas das pessoas. E o Alan Rickman era definitivamente excelente nisso. Por isso quando soube, não conseguir não ficar triste e ter pena porque para alem de muitas personagens marcantes e de uma voz inconfundível estava um grande actor.


Sem paciência para as eleições:



Cruzei hoje com apoiantes do Edgar Silva, o candidato presidencial  por parte do partido comunista, oh meu Deus era eles a falar e eu só a hiperventilar. Aquele tipo de discurso é o cumulo do ridículo! Tudo de borla para todos porque a constituição é amiga. E quando se pergunta isso é muito bonito mas... e o dinheiro vem de onde? Para isso ninguém tem resposta. 
Um candidato sem noção do real e que tem duvidas sobre a Coreia do Norte ser uma ditadura, não obrigada!! E nós a pagar candidaturas. Tá claro! Eles se querem governar deviam era pagarmos a nós para os aturarmos. 

A mama do estado!



Um amigo virou-se para mim e disse: O x agora está só a trabalhar em y. Acabou o contrato com o outro sitio e deixou andar. Ainda para mais porque está a receber subsidio de desemprego logo só para o ano é que começa a procurar emprego de novo!

wait, wait... what?!

O gajo está a trabalhar.
O gajo está a ganhar subsidio de desemprego.
O subcidio de desemprego é pouco menos que um part time.
Logo não arranja novo emprego até a mama acabar... Ok, está certo!

Mas a culpa não é dele. É de não haver fiscalização a cada subsidio entregue!


Ah... eu...tão só!

Ahhhh como é bom estar em plena época de exames! NOT!
São 4h30 e aqui a escrava (de mim própria) esta a METADE dos mil slides... uuhuhuh fiestaaaaa lalalala... la bamba... Vá! Pronto, chega! Eu não estou bem. Há todo um desespero em mim portanto dêem o desconto! Vim só aqui partilhar a minha dor com vocês... Hasta la mañana!

É de mim ou...


É de mim ou a blogosfera anda para o paradinha?
Hoje só me apareceram 6 posts no feed, ontem mais do mesmo... 

Aii, mãe...




Estou neste momento a olhar para os MIL slides IMPRESSOS à minha frente e a pensar "OMFG, como raio vou saber isto tudo de trás para a frente para levar para um teste com consulta cujo o tempo é extremamente pouco?! (É que em papel não há cá o belo do ctrl-f) E como ainda vou fazer os milhares de exercícios que tenho para fazer? e as apresentações para estudar?" e tenho tipo 3 dias para estudar!! SO-CO-RRRO!! 

Da ultima vez que vi o PM ainda era o Costa.


Como o tema é um bocado mau, resolvi por uma imagem bonita. Sempre é melhor do que por a fronha do Marcelo, o Sampaio da Nóvoa, Maria de Belém ou de qualquer outro candidato a Belém!!


Just wondering mas... será que os candidatos à presidência da republica já tomaram consciência que estas eleições não são para primeiro ministro? Que o costa já ocupou o lugar?

Ninguém esta preocupada com a estabilidade politica mas está tudo muito empenhado em alinha à mudança da esquerda, quer-se ideias, quer-se mostrar que somos pró futuro. 
Mas... 
Um presidente da republica não devia ser para todo e qualquer governo? Não deveria garantir a estabilidade e ser uma figura com relativa imparcialidade independentemente do seu partido? Uma pessoa ve debates e pensa damn... esta gente está enganada nas eleições! Não eram aqui que se queriam candidatar. Um presidente da republica é uma figura representativa que deve agir à luz da constituição e independentemente de quem ocupa o lugar de primeiro ministro. Aquela conversa do "ahhh, você disse bem da troika", "ahhh, vocês quer é usar presidência para apoiar o governo da esquerda!". 

Pessoalmente gosto do Marcelo porque:
1º precisamos de vida em belém que já vi mumias mais agitadas que o cavaco. (Este é o argumento mais importante da minha lista!!)

2º apesar da sua opinião pessoa defende a ideia do "Mas amigos, temos de independentemente das nossas cores políticos e do que disse temos de ser neutros".

3º Não gosto dos outros. Vá a Maria de Belém também é ajuizadinha. E uma mulher num cargo destes era sempre vá digamos que... porreiro. Especialmente uma pequenina que acha que do seu metro e meio ela faz o que quer do mundo e não vice versa. Gosto disso! 

4º Foi conselheiro de estado, sabe da coisa, comporta-se bem... tirando que é "miguxo" do Salgado. Mas enfim...

Como podem ver os meus argumentos são uma m*rda. Mas os debates estão a só me irritar mais e a diminuir os meus argumentos. 

Aquele momento wtf...



Em que um teste te correu assim a roçar o catatonicamente mal. Estas a panicar porque estavas quase só com um teste passada e agora começa a desconfiar que nem para isso vai dar. Recebes a nota e tens uma miserável 5... Olhas para a pauta e esse 5 é uma nota acima da média. Ai é??? Do menos mal das desgraças! 
A faculdade é bicho raro e habituamos-nos a tolerar notas nunca antes vistas. Estou passada! Se volto lá para melhorar? Nem pensar! A nota dos projectos foi um 18 e a nota do outro teste compensou. Nem penso mais no assunto já que a cadeira nem é de mestrado!!

Como mulher, choca-me!

NOTA: Choca-me no sentido que é uma altura que acho deprimente para a sociedade, não no sentido e não fazer ideia que isto acontecia, como é óbvio... espero!

Partilho com vocês um artigo que li e que sinceramente me revolta efusivamente! A mulher como um objecto, uma criada, sem vontade própria, nem opinião... Como se estar em casa fosse fácil, gracioso e satisfatório.  Sim, porque afinal o que é a realização da mulher?! Simplesmente fruto de dar conforto aos outros. Dá-me mesmo raiva! Especialmente o que salientei a negrito!! 

1955, da revista Housekeeping Monthly
"Guia das Boas Esposas"

Fontes: Versão em Português  (do Brasil! Sorry!) e Versão em Inglês


Adoro:


Palácios e museus sempre foi mexeu comigo. Adoro historia, adoro o ar que se respira, adoro as peças... Já há imenso tempo que não perco uma tarde a beber história. Se há coisa que me dá cabo do coração é ter estado em Viena tão de fugida que não aproveitei nem 1/10 do que a cidade tem para oferecer musical e historicamente! 

Eu e a Maquilhagem


No outro dia resolvi maquilhar-me para um jantar mais importante... e fiquei para lá de orgulhosa de mim! Usei TODA a minha maquilhagem! Calma, não se assustem... o "problema" é que eu só possuo um eyeliner, um conjunto de sombras (tipo duas tigelinhas em tons de castanho e beje), base transparente matizante, encaracolador de pestanas, rimel e um "ceninha" que se usa para tapar borbulhas cujo o nome não sei! 
Estou oficialmente a tornar-me gente! 

O Dom


O dom de bem escrever não nasceu comigo, com muita pena minha! Gostava de saber escrever bem, com as virgulas e os acentos todos, ser clara e expressiva. Gostava tanto de saber escrever bem.  

The Voice Portugal!


Para mim, a melhor do The Voice. Adoro este tipo de voz e adoro o tipo de musicas que ela escolhe! Acho incrível a diferença entre o quando é ela a escolher a musica ou quando lhe dão algo a cantar. provavelmente a única fraqueza da moça!

Excelente é:


Começar o ano no quentinho do carro de mãos dadas, a ver o mar revolto de Carcavelos enquanto chove torrencialmente. 2016 promete e eu planeio aproveita-lo ao máximo, com ele!


Só porque és mesmo importante para mim...




Há toda uma mistura em mim de um lado emotivo misturado com uma frieza imensa, sou extremamente sensível mas ao mesmo tempo dona da minha independência emocional. Sou especialista em guardar para mim todos meus problemas e fragilidades e ser eu a lidar com elas no meu canto e nos meus pensamentos. Sempre fui assim, não sou daquelas pessoas que grita ao mundo que não está bem. E como sou daquelas pessoas que põem sempre a máscara do "está tudo sempre bem" quando nem sempre está... Sempre fui quem os outros confiavam e desabafavam, um pilar. E um pilar não verga! Um pilar não chora! Um pilar aguenta o que a vida atira e sorri por cima. 

Desafio a desafio sempre tenho sabido sair por cima e sorrir. Mas a agua mole em pedra dura tanto bate até que fura. E as vezes por detrás dum sorriso está uma pessoa completamente desmanchada. Que a pulso se organiza, que a pulso se regenera... Porque eu sou assim, porque sempre ouvi a minha mãe dizer a frase da peça "As Árvores Morrem de Pé" da Palmira Bastos: "Morta por dentro, mas de pé, de pé, como as árvores". Tão mas tão difícil encontrar alguém que saiba ler para alem do óbvio e saiba quando sou eu que estou ali ou quando apenas estou com uma mascara.

As vezes sou daquelas pessoas que não diz com todas as letras o que sente mas que se olharem bem para mim não consigo esconder na minha cara o que sinto.

Tenho a imensa sorte de ter ao meu lado uma pessoa extraordinária que me permite ser frágil quando é preciso, que me entende quando não falo e que me puxa sempre a quebrar os meus limites e me ensina a ser mais espontânea. 
Não sei o que me deu para começar este texto assim gosto muito de preservar a minha intimidade e as minhas coisas com a minha família e o meu namorado. É raro mostrar por palavras ao mundo o que sinto por determinadas pessoas, porque elas o sabe e só isso para mim basta-me.
Mas destas vez apeteceu-me partilhar um pouco mais de mim e de quem eu tenho todo o orgulho do mundo em chamar-lhe de "O meu namorado!".