Escolhas alternativas para a minha ansiedade.

10.9.15

Julho passado partilhei com vocês algo extremamente meu - os meus problemas de ansiedade - e que fui mantendo privado no blog. Nunca escondi mas nunca fiz disso bandeira. Recentemente, depois de diagnostico médico e de posts de outras meninas a relatar o mesmo problema achei que fazia sentido partilhar um pouco mais. Os últimos anos tem sido extremamente importantes para mim no sentido de me descobrir e arranjar maneira de me sentir melhor com este meu problema. Apesar de ser uma quase engenheira, estar ligada à ciência sempre tive um certo gosto por terapias mais alternativas. Sou um bocado céptica em muita coisa mas acredito imenso no poder da mente, nas energias das pessoas que nos rodeiam, no poder da inveja... e acredito que devemos fazer mais por nós. Descobrir a razão da minha ansiedade, o que não foi difícil, e fazer as pazes comigo mesma. Não sei se é algo que um dia vá superar mas pelo menos encontrei coisas que me fazem sentir melhor. 

No ano passado comecei por experimentar Reiki, se bem que foi mais pela experiência do que pela crendice, e senti logo uma alteração em mim. Mais tarde posso, se quiserem, fazer um post mais detalhado sobre isso. 

Descobri que me cortava a minha "aceleração" natural, me acalmava enquanto esvaziava aquele peso que sentia nos meus ombros. Não é algo que faço regularmente mas procuro faze-lo em momentos chaves: agora no inicio do ano lectivo, durante os exames, natal. Nos momentos em que quero paz imediata e não necessariamente duradoura. 

Já este ano inscrevi-me no yoga e passei a fazer meditação e ai é onde sinto maior bem estar. O meu peso deixa de oscilar, sinto menos pressão em mim, sinto-me menos sufocada comigo mesma, durmo melhor... 

Agora no verão parei e sinto uma diferença imensa no meu sono, no meu estar normal, nas minhas dores do corpo. Eu tenho um problema da mesma família da fibromialgia o que o meu sistema nervoso quando está em stress cria-me nós nos ombros e pescoço e já estive em fisioterapia. E nem imaginem a diferença que tenho de dores de agora para quando praticava regularmente yoga.

Já ando à semanas a dizer que tenho de voltar para o yoga porque o meu corpo e a minha mente já estão a precisar.  

You Might Also Like

5 comentários

  1. Por acaso quando estou mais stressada o meu stress acumula-se todo na zona dos ombros principalmente do lado esquerdo. Faço contraturas de tal forma que os meus músculos parecem pedra. No meu caso as sessões de osteopatia+acupuntura fazem pequenos milagres. Sinto-me kgs mais leve. A sessão em si nem sempre é agradável mas os resultados deixam-me nova :)

    ResponderEliminar
  2. Também já fiz yoga e meditação e ajuda a acalmar , mas varia de pessoa para pessoa

    ResponderEliminar
  3. Agora que vou crescendo vou conhecendo mais gente com o problema da ansiedade, a verdade é que não sei bem o que é, obvio que já tive ataques de ansiedade mas tudo muito soft comparado com vocês. A única coisa que posso dizer é para continuares afastada dos comprimidos, sim eles foram feitos para nos ajudar, mas já nos basta as dores de tudo e mais alguma coisa :)
    r: de facto esqueci-me de referir a agenda no post, ainda não comprei e não sei se vou comprar ou fazer a minha própria agenda, mas de qualquer modo tenho até ao final de 2015 por isso! Espero mesmo que funcione, não sei se vou escrever muito ou não, mas estou num curso de Letras (Ciências da Comunicação) por isso calculo que sim

    ResponderEliminar
  4. Eu prefiro coisas mais "palpáveis"! Yoga é uma boa opção porque para além de ser exercício físico é também uma prática que ajuda a controlar a respiração (:

    ResponderEliminar
  5. Vou ficar à espera do post sobre Reiki. Já ouvi falar imenso, e gostava de saber também a tua opinião :)

    ResponderEliminar