Leak do site Ashley Madison

20.7.15



Não sei se já tinham ouvido falar mas um grupo de hackers chamado Impact Team recentemente hackeou a Avid Life Media que é a dona do maior site de infidelidade e sexo casual do mundo, o Ashley Madison. Basicamente fizeram um ultimato que os obrigada a retirar o site do ar (e seus similares) para não haver a libertação dos dados (fantasias sexuais secretas, suas transacções de cartões de crédito, nomes e endereços reais, e documentos e e-mails) dos seus utilizadores e funcionários. 

Confesso que quando li esta noticia no público me fez um bocadinho de confusão, afinal até onde a Internet que foi desenvolvida para nos facilitar o dia à dia não se está a tornar no nosso maior pesadelo? Dito isto, devo frisar que sou o mais contra possível à traição e que acho que estes sites são deploráveis para os meus valores. Sou daquelas pessoas que acredita na confiança e que se estamos com alguem é porque se gosta, se deixar de ser então acaba-se e pronto. Por mais duro que isso seja enganar alguém nunca é solução. Nunca posso dizer nunca porque ninguém está livre de bater com a cabeça no chão e mudar radicalmente nunca ninguém está livre. Mas será está a medida correcta para combater este tipo de sites? Quão mais correcto é cometer um crime para limitar algo moralmente errado? Especialmente estando eu na área da informática ainda mais me custa.

You Might Also Like

5 comentários

  1. Eu sou 100% contra a traição (se querem fazer sexo e ter intimidade física entrem em relações abertas ou combinem a coisa de modo a que ambos se possam divertir e não apenas um às escondidas do outro) mas acho que a atitude dos hackers é igualmente má. Ou seja, por muito que me custe admitir, acho menos deplorável fazer isto para obrigar o site a fechar do que abrir um site que promove a infidelidade, mas isso tem a ver com as minhas preferências e com a minha visão do mundo, de um ponto de vista objectivo sei que o que os hackers estão a fazer é crime, enquanto abrir um site que promove a infidelidade é só moralmente dúbio.

    Mas a verdade é que as pessoas não têm cuidado nenhum com a info que colocam online. A internet deve facilitar-nos a vida, mas todos sabemos que actualmente há imensos riscos. Compras online são muito práticas mas arriscamo-nos a que nos roubem o número do cartão e façam compras com ele, mandar nudes é super perigoso e o risco de nos exporem é enorme, colocar muita informação sobre nós no facebook também é excelente para nos stalkarem ou para futuros empregadores irem ver, etc. Associar cartões, fotos e o nosso nome a um site de relacionamentos extra-conjugais é super perigoso mas as pessoas estão tão desesperadas por fazer sexo que nem pensam nos riscos.

    ResponderEliminar
  2. Quando vi a notícia refleti exatamente no mesmo e os dados são assustadores. Há milhares de inscritos no site só em Portugal. Não concordo com o que o site defendia porque tal como disseste também eu sou contra a traição e de facto não deixava de ser moralmente incorreto, mas tentar destruí-lo com um crime também não me parece que seja uma boa solução. Possivelmente existiriam outras alternativas, não sei...
    Blog: As Confissões da Andreia

    ResponderEliminar
  3. Não é moralmente correto haverem sites assim, mas na internet há de tudo.

    ResponderEliminar
  4. Eu sou muito a favor dos hackers porque ás vezes é necessário um susto para as pessoas fazerem as coisas como se deve.
    ~
    Não se sabes mas um hacker encontrou um defeito nos routers de uma companhia, e entrou em contacto com a mesma para que resolvessem a situação. Basicamente o defeito era que qualquer pessoa podia ter acesso aos documentos e informações da pessoa (e nem era preciso password se soubessem como o fazer!)

    A companhia ignorou-o, e o que ele fez foi deixar um pequena mensagem no bloco de notas no ambiente de trabalho de cada um dos utilizadores "O vosso serviço tem um defeito. Qual um pode entrar e aceder aos vossos documentos." E isto fez com que a companhia resolvesse o problema!

    Quanto a questões éticas neste mundo há fantasias para satisfazer qualquer um, somos livres de fazermos o que quisermos desde que não afectemos mais ninguém (há pessoas para quem ter um blog na Internet é estúpido, mas aqui estamos nós ahahah xD)

    R.: Pronto eu desculpa para ter cabelo (de) preto literalmente, eu tenho origens, mas caramba nesse caso tu e a tua mãe têm só mau karma ahahha xD Mas eu adoro cabelo encaracolado!! Nos outros. Não em mim. ^^'

    ResponderEliminar
  5. E como este site há muitos outros.
    Sites de tráfico de órgãos e até de pessoas.. É assustador mesmo.

    ResponderEliminar