Passo a passo



É bom saber que passo a passo estamos a começar a caminhada pela igualdade. Já se fez muito e muito mais há a fazer. Mudar mentalidades é sem duvida um processo longo e demorado. E mesmo que as gerações passadas ainda torçam o nariz, porque o fazem e eu não acho anormal. Afinal foi a educação que tiveram, vamos aprender com isso e ensinar os mais novos que o amor não tem idade, raça, pátria, sexualidade... 
Tenho fé que daqui a poucos anos a possibilidade de casamento, adopção, doar sangue e ter os mesmos direitos civis que qualquer outra pessoa, independentemente da sua sexualidade, seja uma realidade.

Quão difícil deve ser amar alguém e não poder partilha-lo e gritar ao mundo que estamos apaixonados só por essa pessoa ser do mesmo sexo que nós? Eu tenho imensa sorte por a minha sexualidade, sou heterossexual ou pelo menos nunca tive nada que me levasse a pensar o contrário, visto que estas coisas nunca são preto no branco, ser o comum. Logo nunca tive de esconder o que sentia e o quão feliz a pessoa com quem estava me fazia sentir. E  por esse mesmo sentido faço sempre questão de que tratar as minhas/meus amigas/os que são homossexuais ou bissexuais com a maior normalidade possível e que eu tenho a sorte de a minha sociedade me proporcionar por algo que sou e que não escolhi. Algo que devia ser garantido para todos. 

Vamos ver o que acontece


A química não se compra, é preciso ter sorte e cruzamos-nos com ela sem mesmo algo ter sido planeado. E é preciso saber agarra-la. Há pessoas que simplesmente as gargalhadas são mais fáceis, que a conversa flui a níveis assustadores e que confiar se toda um bocadinho menos doloroso. Porque algo que parece tão certo apareceu numa altura tão errada? Este meu medo retrai-me. Quanto tempo mais vou precisar de me enganar a mim próprio e o resto do mundo?

Mensagem:


Tão bom receber uma mensagens a dizer:

"Just Girls... O Magic Mike XXL vai estrear em julho. Mas se formos mesmo ao cinema é para ficar na primeira fila e levar notas falsas. A meio do filme quero gritar "make it rain" e/ou "take it off" e atirar as notas para o ecrã"

Portanto já sabem se virem um bando de loucas a fazer isso, somos nós! Eu tenho tanta certeza que a moça que me disse isto era plenamente capaz de fazer isso que vocês nem sonham!



Estampado na cara!




Há coisas que por mais que se tente esconder, fica sempre estampado na cara e o desespero de certas pessoas é uma delas.

TOP5 Blogs | Melhor Título





Um titulo é muito mais do que uma acessório do blog, É parte da nossa imagem de marca, é aquilo que fica no ouvido. A nossa identidade passa tanto pelo nosso nome como pelo titulo a que apelidamos o nosso cantinho. Existem tantas A's, B's, C's entre tantas outras letras do alfabeto espalhadas pela blog  mas nosso titulo é algo único, que marca. E para mim, é algo que precisa de ser super bem escolhido e tem de ter tudo a ver connosco. Tem de ser algo que fique no ouvido. Eu sou daquelas que demora mil anos a até ter um nome mas quando o arranja não muda mais. Está escolhido, esta sou eu e é assim que me quero apresentar a vocês! Por isso mesmo é que reuni uma pequena selecção de blogs que para mim tem nomes mais interessantes. Tentei variar e, acima de tudo, dar primazia a blogs com nomes em português. Porque é algo que valorizo imenso, sem qualquer razão especial.

Ora digam lá de vossa justiça:


Stay tuned!


Minha gente, nem sabem o quão louca estou para partilhar com vocês os ultimos tempos mas infelizmente não posso. Todo um turbilhão de coisas caiu sobre mim tipo rajada e mudou tudo aquilo que tinha tomado como certo e ainda tenho de me reajustar para poder partilhar com vocês. Não, não é algo mau. Longe disso!

Hoje há noite sai mais um TOP5... Stay tuned!

Confusão


Se eu vos pudesse explicar a confusão em que está esta cabeça. Parece que quanto mais senso tento dar às coisas mais as coisas pior me parecem. Porque agora quando não as sei digerir?

Eu na idade deles não era assim.



Acabadinha de sair do filme Mundo Jurássico e com vontade de matar criaturas. Cada vez mais acho que pagar para ir ao cinema vale menos a pena! Quanto ao filme? Gostei bastante! Acho que vale a pena... Mais não digo senão faço spoiler e ninguém mais me perdoa!!

O que me irrita cada vez que vou ao cinema é a pitalhada toda ainda a transpirar hormonas que parece que não sabe sair à rua. Parece um bando de macacos com cólicas. Paga uma pessoa 5 euros para estar a ouvir um bando de caturras em ataque epiléptico. Falam que se farta, alto que só eles, dão pontapés nos bancos, só dizem merda (Sim, merda! que aquilo nem vocalizos são!) e a dizer que querem ir fazer xixi (repetidamente e durante o próprio filme que nem putos de 2 anos). O teor daquelas conversas fez os meus neurónios contraírem-se até tamanhos negativos.

Aquela gente com os paizinhos devem sair de trela, só pode! Zero de comportamento em publico. Adolescência é uma coisa, macacos fugidos do zoo é outra! E para terminar o dia em beleza... estou na casa de banho à espera de eu ir fazer o meu xixizinho... (sim, porque eu não grito ao mundo como estou necessitada duma sanita eu simplesmente dou uso às minhas pernas e vou, faço isso desde bem pequenina!) quando finalmente abre a porta para eu ir tambem e sai de lá... um homem, na casa de banho das senhoras. Eu esbogalhei a olhar para o homem e ele saiu todo contente como se: "Yep!! I'm awesome".

Quem é aquele senhor?




Quero-vos contar uma historia que se passou à uns anos atrás  numa das raras vezes que a minha mãe conseguiu convencer o meu pai a ir com ela à Opera. Nisso os meus pais não podia ser mais distintos. A minha mãe adora Opera e o meu pai detesta (como eu o compreendo! Já fui ver duas e não consigo gostar daquilo). 

Tinham os meus pais acabado de chegar quando um senhor super bem parecido chama a minha mãe e apresenta-se ao meu pai. A minha mãe que fica super contente por ver o senhor e fala com ele sobre a família e sobre a opera em questão a qual ele dá a entender que percebe imenso e adora aquela opera. Quando a conversa de circunstância termina o meu pai pergunta-lhe: 
Este senhor é teu colega da Escola? [a minha mãe é professora, licenciada em Historia] ao qual a minha mãe responde com imensa naturalidade: Não, é o senhor do talho!

Não consigo não achar esta historia um espectáculo. Tínhamos ali um doutorado [o meu pai] e um talhante e o mais interessando pela Opera era o talhante. As vezes temos ideias tão pré concebidas sobre as pessoas baseadas no que elas fazem que não paramos para pensar que a cultura, boa educação, bom gosto e realização são transversais à educação e ao trabalho que temos. 

Não considero de todo o meu pai uma pessoa preconceituosa mas achei engraçado o espanto dele pois sempre achou que a opera era algo demasiado elitista para a população em geral e ele não se sentia muito contente por ir assistir à opera. Mas lá está o amor tem destas coisas.

The Dark Side!



Não sei se alguem conhece mas eu sempre achei um piadão ao trabalho que este artista (Harvezt). 
O que ele fez foi pegar em albuns marcantes de grandes brandas de rock (e não só) e vira-los literalmente do avesso! Ou pelo menos imagina-lo. Não é propriamente um trabalho novo, é de 2013 e já várias vezes andou a ser partilhado na Internet mas não podia deixar passar mais uma vez. Tive mesmo de partilhar com vocês.
Acho que é simplesmente genial! A criatividade por detrás do seu trabalho é algo que me fascina. Para verem todo o trabalho dele cliquem na imagem acima do post.

Eis alguns dos meus preferidos!

Somos loucos!!



Porque ficar a falar 7 horas numa explanada não parecia ser suficiente passamos às chamadas skype! Se bem que em jeito de acidente aquela chamada foi terminada eram 6h da manhã. Deitei-me de dia. Foi bom esquecer que não que no dia a seguir, depois de almoço, íamos ter teste. Mal dormimos e nem vos conto as minhas olheiras! Como se ainda não tivéssemos fartos de falar depois do teste fomos jantar e fomos explanar com o resto do grupo. Soube-me pela vida. À imenso tempo que não tinha uma amizade assim. Acho que já lá vai uns 6 anos e aquele rapaz é alguém que quero guardar para toda a minha vida. Este novo? Está-se a tornar numa boa promessa de amigo!! 

Como algo tão simples torna tudo tão único!!




Sou uma devoradora de livros, sendo os calhamaços os meus preferidos... quando maiores, melhores! Mesmo de viagem anda sempre comigo! Por isso é que o Giveaway da Indigo com a Dub fez tanto sentido para mim:

"dub | dressed up books | surge disto tudo e da ideia de uma mãe e de uma filha, Vera e Madalena, separadas por 30 anos, uma formada em Letras outra em Arquitectura, de criarem uma capa em tecido para livros que fosse prática, reutilizável independentemente da espessura do livro e totalmente lavável. Nasce assim o modelo THE ORIGINAL existente em diversos padrões, constantemente actualizados para que o João Maria e a Maria João sentados na mesma esplanada não estejam a ler “um livro igual”."

Portanto aconcelho-vos a passar pelo cantinho da Dub e da Indigo e vejam o quão marvilhosas são és capinhas e tão giras que se fartavam ficavam nos nossos livros!! 

Gosto destas ideias made in portugal! 


Deixou marcas!!


Eu não devia ter estado um mês e tal longe do Yoga, ontem tive uma aulinha soft  e só posso dizer que sai de lá como se tivesse sido atropelada por um camião. Eles (que agora estão no body pump) vinham fresquinhos e eu "só" com o Yoga vinha feita puré. Definitivamente este verão tenho de por o corpinho a mexer que a minha resistência está nas lonas!

P.S. Os vossos comentários não estão esquecidos só que com a falta de tempo e tanto comentário bom para responder não dá para gerir tudo agora!

Não é licenciado?!




Nunca liguei muito a esta coisa da licenciatura definir que tipo de pessoas somos. Porque muitos dos que lá estão não o fazem por eles mas por aquilo que os pais querem. Aquela visão de quem não tem licenciatura não vai arranjar nada sério e não tem objectivos não podia ser algo mais errado. 

Recentemente conheci um moço mais ou menos da minha idade com quem tenho falado (sem interesse romântico, acalmem-se meninas!)  que está a tirar um curso com um nome todo catita mas cujo objectivo final é ser mecânico de aviões. Já tenho falado dele a certas pessoas e já ouvi "Ah's e oh's" por me "dar com o moço" e o moço não ter interesse em vir para a faculdade. O que acaba por me escandalizar. O rapaz não podia ter objectivos mais definidos e não podia ter mais gosto naquilo que faz e isso é posto em segundo plano porque ele não está no ensino superior?

Nunca tive esse preconceito e na verdade o que mais me faz gostar de falar com o rapaz é isso mesmo, ele saber o que quer da vida. Ter a maturidade de quem já trabalhou vários anos de quem descobriu o que quer e de não andar a brincar. Está numa empresa altamente qualificada, com certificação internacional e numa área que até dá dinheiro. Vai sair do curso, em principio, com emprego garantido. Quantos universitários podem dizer isto dos seus cursos?! 

Entre os nossos tópicos de conversa ele fala-me bastante da area dele e eu falo sobre como a minha area é importante para aquilo que ele faz e quais são as áreas que ele mais gostava de seguir. Fiquei a saber imenso de aviões e do que eles fazem antes daqueles bichinhos levantarem voo. Há certas areas que precisam de formação com mais de 10 anos e muitos dos quais fora de portugal.  Como podem as pessoas achar que estes empregos são "menos dignos"? Choca-me a mentalidade portuguesa!

Blogger Summer Challenge | As Tuas Melhores Férias de Verão



Se há coisa que mais adoro fazer no verão é viajar e seja de que forma for tenho de sair daqui e dar uma volta, conhecer sitios novos e partilhar isso com que mais gosto. Por isso é que as minhas férias preferidas foram as do ano quem que fomos a Itália. Foi a primeira vez que saímos os quatro (Os meus pais, eu e o meu irmão) juntos para fora de portugal e foi algo de fantástico. Percorremos itália de lés a lés passando por Roma, Florença, Napoles, Capri, Milão, Verona, Veneza, Pisa e tantas outras, conhecemos pessoas espectaculares e provamos pratos que nos deixaram loucos. De todas as viagens que fiz está é sem duvida a que mais me marcou. Foram toda a animação de rua, foi os 36 graus as 5h da manhã, foi o entrar no Vaticano, no coliseu, em todas aquelas galerias maravilhosas, ter visto os quadros dos livros de historia, casa da Julieta, subir ao telhado o Duomo de Milão, andar de gondola, as moedinhas na fontana di trevi, os gelados da praça navona... foi tudo tão especial e eu sai de lá enpanturrada de massa mas cheia de vontade de voltar. Entretanto já voltei a Itália mais 3 vezes e este ano talvez vá uma quarta mas aquela viagem... aquela viagem foi especial!! 

TOP5 Blogs | Bloggers que um dia gostava de ter a honra de conhecer




Tão bom reactivar um rubrica que me é tão querida por isso resolvi recomeça-la com quem me é igualmente muito querido.

Já perdi a conta ao numero de anos que já estou na blogosfera, ao numero de pessoas que já me cruzei aqui e das historias que já partilhamos. Aqui já fiz grandes amizades que ainda hoje, felizmente, se mantem. Pessoas que já partiram da blogosfera mas que as vezes tem o gigante prazer de encontrar um comentário deles como quem diz "ainda não esqueci esta parte de ti". Sabe tão bem! Acho que todos nós já de uma maneira ou de outra partilhamos tanto por aqui e lemos tanta coisa que já sentimos aquela pessoa é de facto um amigo, alguém para um dia conhecer. E é disso que vos venho falar hoje... das pessoas que já são da mobilida e daqueles que me despertam mais curiosidade e que um dia gostava de ter a honra de os conhecer. (Web cam conta como "conhecer" AJ... Xiiiiii ainda no tempo do msn... estamos velhas!!) 

Dizer não!


Hoje foi receber um sms a dizer "E se formos hoje à tarde a qualquer explanada tomar café?" e dizer que não porque há demasiada coisa coisa para estudar e a vontade é pouca... Se me apanhasse na rua tinha a certeza que não voltava para casa. Especialmente com o calor que fez hoje. Vida de universitária é um tédio a todo o tamanho. Ele dizem que são os nossos melhores anos? Não sei não... demasiada pressão, demasiado drama, demasiado trabalho e nenhum tempo livre.

De volta?





O que acham de dar novamente vida a esta rubrica?! 

Já me perguntaram variadas vezes por ela, estou a começar a ter algumas ideias, tenho andado mais por casa portanto só falta saber a vossa opinião!!
Digam de vossa justiça e já agora partilhem ideias comigo. Algo que vos fascine em certos blog e que passa um bocadinho despercebido ao resto das pessoas. 

Blogger Summer Challenge | Três Maneiras de Ganhar o Meu Coração


  • Capacidade de manter um boa conversa, interessante e que me faça rir.

Para mim dos requisitos que mais "saltam à vista". Um homem para me cativar tem de me conseguir prender na conversa e ter sentido de humor. Gosto muito de rir e em conjunto sabe sempre melhor. Sou uma pessoa muito faladora e é algo que aprecio do outro lado mas detesto conversa da treta, tem de haver assuntos interessantes e que mereçam ser debatidos. 

  • Respeito e apreciação.

Não há nada mais importante num homem do que saber o valor que temos e serem capazes de o apreciar e nos fazerem sentir especiais e não ali mais umas que andam a passear. É importante que saiba o seu próprio valor. Respeitarem-nos mesmo nas coisas que somos diferentes e apreciarem essas diferenças. Nada mais sedutor num homem do que a segurança de todos os dias mostrar ao mundo "ela é minha, e tenho imenso orgulho nisso". Não falo de grandes manifestações porque detesto mas se é a dois nós somos o mundo inteiro portanto é a essa mundo que me refiro! 

  • Cavalheiro, atencioso e atento aos detalhes.

Um homem que saiba ser atencioso e cavalheiro é algo que deixa sempre as meninas de coração quente. Acho que é uma característica que todos os homens deviam ter. Não falo só no abrir portas mas também no aperceber-se quando não estamos nos nossos melhores dias e façam pequenas coisas para tentar mudar isso. Quando se preocupam connosco e com o nosso bem estar porque são pequenos detalhes que derretem uma menina. É o elogio na altura e dose certa em vez daquele mel do bate couro que só enjoa. O saber darem o espaço que precisamos mesmo não deixando de estar presente. 

Ui, adoro!


Adoro quando fazem de mim uma puta deslumbrada que acha que tudo o que vem à rede é peixe. É homem? Então manda vir! A sério amigos?! Já me deviam conhecer melhor que isso. Lá por estar solteira à quase 3 meses e ao contrario do que pensam não sou das que gosta de ir à época de caça! Logo eu que sai duma relação séria e longa, ir meter-me com mais homens é tudo o que menos preciso! Não, não ando "metida" com nenhum dos meus apontados namorados. Pareço uma celebridade todas as semanas  acha-se que tenho um amor novo. Solteira e dar-se com rapazes? Claramente tem de ser porque está apaixonada. Pfff... claramente! 

Não, a sério... só não me irrito porque gosto de vos ver com ideias parvas, faz-me rir. E depois conto aos lesados e ri-mos mais um pouco. Não, também não estou presa à minha relação passada nem estou miserável. Eu sei que isso incomoda muita gente, eu sei que sim mas não sou esse tipo de rapariga. Temos pena, passem à próxima que com esta não há cá cenas. Dor de corno é muito feio! 
Quando se sorri com gosto (mas baixinho) e se está bem acompanhada o povo comenta, o povo faz filmes... tudo porque estar-se bem incomoda.

Quando e se encontrar alguem para mim vai ser porque vou estar perdidamente apaixonada e não porque me dá jeito ter alguém, nessa altura (tal como das outras vezes) não vou esconder do mundo mas tambem não vou berrar que estou feliz. Porque a minha felicidade, com quem estou ou deixo de estar SÓ a mim me diz respeito. Não preciso de provar nada a ninguém! Não preciso de aprovem nada. E alem disso não se procura o amor como se fosse os classificados. 

A dica não é para vocês nem sequer para ninguém que me lê o blog. É apenas extravasar algo que me anda engasgado das ultimas semanas. Não posso mandar vir com as pessoas porque claro ninguém é corajoso o suficiente para falar mal de mim na minha cara. É tudo pelas costas. Até ao dia que eu apanhar conversas e ai vamos ver. Não sou de apanhar fretes e tudo o que digo por trás é porque já disse pela frente. 



Questões


Este  timming tão deles tem tanto de bom como de assustador. Obrigada!


Deixa as Palavras Voarem | Sexo

Não resisti... assim que vi a publicação da Adelisa tive mesmo de participar!


Digam o que disserem sexo é das melhores coisas do mundo e as mulheres tem tanto ou mais apetite sexual que os homens. Mas, mais do que um bom momento de prazer é um momento em que duas pessoas que se amam partilham algo. Dão e recebem algo. Portanto, para mim, não faz sentido sexo sem amor. Perde o seu significado e não o vejo como um momento animal de alcançar prazer. 

Não vou ser púdica ao ponto de defender o sexo antes do casamento porque até ai já eu falhei. Não, na verdade não falhei porque amei imenso a pessoa com quem estive e tenho a certeza que apesar de já não estarmos juntos houve magia ali. Por mais que a vida nos tivesse afastado e por mais de agora estar bem como estou e não querer voltar para o rapaz com quem estava. E lá pelo facto de não ser virgem não quer dizer que agora seja com qualquer um. Das próximas vezes que o fizer quero ter a certeza que amo para alem imensamente muito a pessoa com quem estiver. 

Não me revejo na mentalidade actual de que a virgindade é algo que se tira como quem tira uma nódoa duma camisa: Custa ao inicio mas é uma coisa que inevitavelmente uma dia tem de sair. Agora tudo é sexual, tudo é fácil, tudo é sem compromisso. Quando se esquecem que o sexo é das coisas que mais compromisso implica. Estamos ali no limite de criar uma nova vida ou de apanhar alguma doença. Dependentes da sorte e da ciência e é talvez das decisões mais importante que tomamos. E cada vez mais é tomada levemente e sem significado. Façam analises, preocupem-se com o vosso bem estar e das pessoas com quem estão! 

Tem duvidas? Experimentem fazer amor e fazer sexo e depois conversamos e digam-me se não tenho razão... Sexo sem amor não vale a pena!

P.S. O "Exprimentem" foi dito num sentido retórico! E não no de andem ai com se fossem o coelhinho da duracel!!!

Por as minhas mãos no fogo!


Sou uma pessoa super emocional, chorona, que tem em si uma felicidade imensa mas que ao mesmo tempo é super racional e que, até racionaliza os sentimentos. Acho que é medo de me magoar, de me sentir vulnerável, de mostrar o meu lado mais "fraco", de não estar bem... Um mecanismo de protecção que por vezes me faz perder bons momentos. Prometo-vos que estou a tentar ser diferente, arriscar mais, confiar mais em mim e deixar que as outras pessoas vejam que não sou sempre a rocha solida para todos os momentos que por vezes também caio e que preciso que alguém se aperceba disso. Não levar o mundo as costas. 

Hoje confiei mais um segredo a uma pessoa, vamos ver se é digna daquilo que soube. Estou confiante que sim mas não quero por já as minhas mãos no fogo por alguém.

Dizem que é humanamente impossível...



Só nós para irmos almoçar e ficarmos mais 7 horas sentados num café a falar. Foi uma almoço que por pouco não se tornou um jantar. Quando cheguei a casa ouvi um "Tu és louca, isso não é humanamente possível!"

"Call me Caitlyn"




Não era eu se não viesse falar da noticia do momento... o Bruce Jenner aos 65 anos resolveu deixar-se de dramas e finalmente ganhar coragem para tornar-se aquilo que ele sempre quis ser: Mulher!
Até aqui todo um drama se instalou até porque o coitado do homem vive só com as mulheres mais malucas à face da terra. Sinceramente, nem sei com o "homem" não endoidou. 

Eu como muitas pessoas achei que fosse só mais um birrinha à la Kardashian assim que ouvi pela primeira vez a noticia. Aquela gente com dinheiro muda de casa, marido e agora sexo... como quem muda de camisa portanto... porque não?

Blogger Summer Challenge | Como queres ser lembrada?



Eu sou uma "Maria vai com todas" nestes desafios interessantes e mobilizadores da blogo. Este não é excepção. Um enorme obrigada aos meninos Jota e Olivia M. pela excelente ideia/iniciativa. 

Poucas não são as vezes em que fazemos balanços nas nossas vidas e até pensamos no futuro e nos questionamos sobre a validade das nossas decisões, naquilo que estamos a transmitir e naquilo que vamos deixar para depois.
Especialmente agora, no começo do resto da minha vida isso é uma pergunta que quero muito ter a "melhor resposta possivel" para poder começar a lutar por isso. Afinal quem não precisa dum destino?

COMO QUERO EU SER LEMBRADA?

Vamos lá animar esta coisa!!




Boas tardes minha gente, bem sei que tenho andado bem parada por estes lados. Posts meio estranhos, pouco a dizer, na verdade, é tudo menos pouco a dizer mas ainda é cedo e claro quero andar a ver que estatísticas estranhas são estas que habitam por estes lados. Não que tenha problemas que alguém me tenha "descoberto" ou sequer que alguém de fora me leia. Sendo que as minhas suspeitas requerem pela segunda opção. Se esse for o caso: Olá! Se é para ler esqueçam os posts para trás porque é para a frente que as coisas vão melhorar! Os últimos dias tem sido dias de grande reflexão e depois de uma longa conversa achei que apagar o blog não se justifica porque ele reflecte-me! Não vou deixar que pessoas "de fora" interfiram em mim e naquilo que adoro fazer que é falar com vocês. Não tem essa importância, nunca tiveram!

Se comecei os meus 21 a pensar que depois de chegar à "idade perfeita" tudo se tinha desmoronado, alguém cuja opinião valorizo muito disse-me que se calhar estava apenas a limpar tudo o que de mau tinha para algo mesmo em bom começar. E isso faz todo e completo sentido. É tempo de começar algo novo, algo em branco e lutar por mim como nunca fiz antes. Recuperar auto estima, valorizar-me, procurar exceder-me... tenho 21 anos, solteira e feliz comigo mesma. Não há como algo correr mal.

A sinceridade com que vos falo, este meu "à vontade" como se vocês tivesse mesmo frente a mim sempre foi algo que me caracterizou e algo que ao longo dos meus longos anos pela blog fui tomando como algo com que vocês gostam e se identificam e à tanto tempo que não escrevia para vocês. Escrevia para me lerem mas não para vocês. Conseguem entender a diferença e o porque de me sentir tão não bem por aqui? Não sei se são maluquices minhas mas há coisas que precisam de ser vistas e revistas para enfim voltar a ser o melhor de mim!
Ontem fui sair porque estava em casa em tédio e só pensava eu não ando bem e é tudo porque a minha liberdade no blog está a esvair-se e não posso. Tenho de lutar contra isso.