Nunca gostei que me dissessem o que devia ser

7.4.15



E porque se a blogosfera anda na moda o corpo e as campanhas publicitárias sobre qual o "corpo perfeito" também. 

Sempre fui muito senhora do meu nariz e nunca gostei que alguém me definisse o que era politicamente certo ou errado e o que podia ou não fazer. Cabe-me a mim e só a mim achar o que tenho de achar e chegar às minhas conclusões por mim!
Não posso dizer que sempre tive confiança em mim, ou sequer que actualmente tenho, mas tento não criar imagens negativas de mim porque algo que vi ser standarts. Se o fizer que seja porque tenho algo que eu não gosto ou que não concordo. Porque há coisas maravilhosas na diferença.



Não sei se já se cruzaram com a campanha da Lane Bryant:


que veio contestar das mais pouco consensuais da famosa Victoria Secret's:


Não entendi muito bem o porque de tanto drama. Acho que cada um tem de ter a inteligência para saber que um corpo perfeito ninguém tem mesmo quem vive do seu corpo. Nunca me senti mal a ver desfiles da VS nem de nenhuma outra marca porque para alem de não ter a altura delas e até ter certas partes do meu corpo muito agradáveis escolhi ser assim. Isto é, não podemos querer ter tudo. Esta gente tem a genética e muito trabalho por detrás. Se este é o corpo perfeito? Duvido. Mas será que a ideia da Lane Bryant me parece mais correcta? Nem pensar!
Cada um tem de aceitar o seu corpo e lutar por te-lo o mais saudável possível mas do que esteticamente bonito. Pouco me importa ser uma gordinha ou uma modelo de passerelle se não tiver uma vida saudável. 

Ninguém precisa de ser magra para ser feliz ou gorda, ou ter curvas ou ser loira...
Há que olhar para nós e ver algo que gostamos e não ter nenhuma imagem negativa porque até as adrianas limas desta vida tem duvidas, tem partes do corpo que não gostam e tem inseguranças. Porque toda a gente tem alguém que olha para nós e vê uma vida perfeita quando na verdade não podia ser mais diferente. 

O corpo perfeito é um corpo saudavel, amado e respeitado e para isso não existe nenhuma imagem que consiga captar isso. Não há peso na balança, não há cm's... 



You Might Also Like

8 comentários

  1. Se todas fossemos iguais seria uma tristeza do catano..
    Eu lido com questões de peso todos os dias, e o mais importante é mesmo os hábitos de vida saudáveis

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo!


    P.S. Adorei a mudança do cabeçalho!

    ResponderEliminar
  3. Muito bem dito! Ando um bocado farta de ver os gordos a defenderem que "gordura é formosura" e os magros a dizerem outra porcaria qualquer. Eu sou magra e se me sinto uma top model? Não, nada disso. é bastante difícil gostarmos do nosso corpo quando há toda esta polémica acerca do corpo perfeito mas temos que fazer um esforço e gostarmos dele como é, porque afinal "se eu não gostar de mim, quem gostará?" :p

    ResponderEliminar
  4. Eu também não ligo essa paranóia de corpos perfeitos. até porque, não acho que um corpo de passerela seja um corpo perfeito!
    Eu gosto como sou, se tenho alguma coisa que desgosto, tenho e é normal. Mas vivo bem comigo mesma e mais nada :D

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente! Acho que perfeito perfeito é ser saudável. O resto somos nós que moldamos como queremos.

    ResponderEliminar
  6. Concordo com tudo o que disseste, cada pessoa tem de se sentir bem com ela própria, e o peso com que eu me sinto bem pode não ser o peso que outra pessoa quer, mesmo que a altura seja a mesma, cada um fica bem a sua maneira.

    ResponderEliminar
  7. Concordo perfeitamente. A magreza extrema não é saudável mas a gordura também não. O importante é sentirem-se bem no seu corpo e serem saudáveis.

    ResponderEliminar