É facil esquecermos-nos dos direitos básicos

16.12.14



É fácil esquecermos-nos dos direitos básicos de qualquer cidadão. Das minorias que por limitações físicas, e não só, tem de viver com um mundo pouco adaptado. Mostraram-me esta noticia e fiquei com imensa vontade de partilhar convosco. Tentar que a uma pequenina escala nós todos quando tiver a hipótese de fazer algo para mudar o mundo de alguém nos lembremos de casos destes de façamos a diferença.

É preciso apelos destes, é preciso que as pessoas com necessidades especiais se queixam porque naturalmente quem não tem os problemas não pensa nas implicações das pequenas decisões que toma. Daquele degrau mal posto que faz com que as cadeiras de rodas não possam aceder a todo o lado, da falta de legendas em tudo (ou a posibilidade de haver um botãozinho nas box's que permitisse mostrar legendas de todos os programas porque já há sofware para isso - ou vai havendo), da falta de marcas para os cegos em todo o lado... 

São pessoas com a querida Ju (que legenda todas as imagens do seu blog) que fazem a diferença no mundo e fazem alguém sentir-se tão normal quanto realmente é.


You Might Also Like

2 comentários

  1. realmente é muito fácil esquecermos desses pormenores

    ResponderEliminar
  2. São realmente problemas que existem tanto na televisão, como na rua, como nas suas próprias casas. A limitação gera outras limitações, e são pessoas como este pai que fazem ver que com garra e determinação, apelando a toda a sociedade, todos os desejos podem ser possiveis.

    ResponderEliminar