Isto de ser engenheira...

9.11.14

Isto de estudar para me tornar engenheira tem mais que se lhe diga do que pensava. Nunca pensei trabalhar tanto como uma besta na vida. E (por favor não levem a mal...) nunca pensei ver licenciaturas de segunda e licenciaturas de primeira... Custa-me ver que há cursos que não são cursos que as pessoas andam lá a passear e não fazem um 1/10 do que onde estou fazemos. Não é por nada que cade vez mais ouço: "Estamos à procura de engenheiros disto e daquilo mas só andamos a recrutar na faculdade <nome da minha faculdade>". Noutra altura falei com uma amiga minha que queria iniciar um projecto. Ela precisava de ou recém licenciados ou de pessoal em fim de licenciatura competentes mas que lhe permitisse pagar menos do que a quem já tem experiência e nem pensou em procurar na faculdade dela (apesar de ter o meu curso lá). 

Lá somos engeheiros com E grande. Só podíamos mesmo para aguentar o que aguentamos. As vezes só mesmo pensando: Só falta menos de 3 anos e já me lançarei no mercado de trabalho. Se não antes... propostas não costumam faltar mas lá está... ainda me falta confiança para avançar para algo assim. Detestaria meter-me numa grande empresa que me consumisse o tempo que necessito para a faculdade porque apenas pensam nos lucros imediatos e tivesse de parar o curso. E mesmo que agora ganhe bem com curso ganha-se o triplo. 

You Might Also Like

12 comentários

  1. Bem sei do que falas vejo-me grega todos os dias com 500 trabalhos para fazer e é ver amigos meus que às 4 da tarde já estão em casa sem nada para fazer!! Mas pronto que compense mais tarde!!

    ResponderEliminar
  2. Posso saber em que faculdade andas? Também estudo engenharia a apesar da minha faculdade ser exigente não me sinto bem preparada e gostava de fazer o mestrado num outro local. Se preferires eu nem aceito o teu comentário.

    ResponderEliminar
  3. Concordo contigo quando dizes que há pessoas que andam a passear nos cursos e que em alguns cursos se fazem mais trabalhos que os outros. Acrescento até que há pessoas que vão conseguindo progredir nos cursos porque vão passando nas cadeiras à custa dos colegas de grupo, mas lá está, isso é possível apenas porque os professores ou o próprio sistema da faculdade o permitem.

    Mas acho que não se pode generalizar, e dizer que um engenheiro é de segunda ou de primeira por andar na faculdade A ou B. Tanto de um lado como no outro há bons engenheiros e maus engenheiros, a exigência pode ser diferente e o sistema também. Mas assim como há pessoas que se esforçam do lado da faculdade de menor prestigio, também há quem se apoie na fama da outra faculdade que em princípio seria melhor e na prática saiba menos que os engenheiros da outra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não posso generalizar... vejo tanto gente (e já me "queixei" tanta vez) que não aproveita a sorte de andar naquela instituição, mexe o rabiosque por lá e brinca aos universitários. E acham-se grandes personagens só porque andam em x ou y sitios...

      Estou-me mesmo é a queixar do programa de certas universidades. Como é que são capazes de dizerem que estão a informar engenheiros se não lhes dão a base e é só facilitismos? As pessoas saem de lá enganadas... Tenho imensos conhecidos em universidades em que lá o meu curso é nada... E depois quando digo que estou a fazer isto ou aquilo nem sabem do que estou a falar.
      As pessoas saem de lá programadores e não engenheiros em toda a extensão da licenciatura...

      Eliminar
  4. Eu concordo contigo. Estudo Medicina Veterinária, matamo-nos a estudar (e sim, estudamos muito mais do que os estudantes de Medicina pois não temos apenas uma espécie, no entanto não temos nem metade do reconhecimento que eles têm) e vejo muita diferença em relação a outras licenciaturas.

    ResponderEliminar
  5. E vais ser uma óptima engenheira de certeza! :)

    ResponderEliminar
  6. E infelizmente quem estuda e mata-se a fazê-lo têm tantas ou menos oportunidades que esses cursos-oferecidos-que-só-lá-andam-a-passear!

    ResponderEliminar
  7. r: Métodos primitivos foi o que usei para tomar banho, é horrível e desconfortável, mas só pedem às pessoas para terem cuidado com os banhos nada mais, pergunto-me se todas as outras situações não são um risco!?

    ResponderEliminar
  8. R: tem equipa para tudo o que envolve o blogue, o seu design, as fotos, o crescimento. Os textos é ela que escreve senão notava-se...

    ResponderEliminar
  9. Concordo que há pessoas que andam a passear os livros na faculdade e acho isso muito mal. Também acredito que os níveis de exigência variam de faculdade para faculdade, mas isso é uma questão de funcionamento da universidade em si. Claro que, no contexto perfeito, todos deveríamos ser expostos aos mesmos níveis e todos deveríamos estar igualmente aptos no fim de uma licenciatura, mas isso não acontece... E, assim, chego à parte em que não concordo: não acho bem dizer-se que existem licenciaturas de primeira e licenciaturas de segunda. Para mim, todos os cursos têm o seu valor e se as pessoas se esforçam para completá-los e se os levam a sério, o seu valor é igual seja qual for a faculdade ;)

    ResponderEliminar