Daniel...

27.6.14



E toda está historia da criança madeirense que desapareceu já começa a irritar. 
Não sei se vê noticiários, jornais portanto vou resumir. Uma criança madeirense foi dada como desaparecida e como tal fez-te mil e uma buscas, percorreram a historia de vida dos pais que era paupérrimos e viviam num casebre, lá veio a historia dos coitadinhos por revistas jornais, abre-se contas, toda a gente a dar dinheiro, aparece a criança milagrosamente e descobre-se que foi a mãe que a levou para fingir que tinha sido raptada e para mais tarde a vender. Pois é vender... A mãe já veio com vinte mil histórias... já entrou e saiu da prisão mas ficar lá de vez que é bom nem por isso. Os serviços sociais que as vezes mal a criança respira já o estão a tirar aos pais e neste caso em que a mãe o queria vender estão quietinhos? Porque há normalidade em se vender os filhos... 
Isto tira-me do sério, isto não é um sistema judicial a funcionar e quase de certeza, que como sempre, a senhora vai sair em liberdade. Isto é triste, muito triste mesmo... E a senhora está alegadamente gravida de novo. 

You Might Also Like

11 comentários

  1. Já conhecia a história mas pelos vistos não completa.. O Sistema nada bom anda.. como ficou com os filhos, vai tentar vende-los de novo.. E pessoas com um estatuto económico destes permitem-se ter uma data de filhos.. Não compreendo

    ResponderEliminar
  2. é muito triste esta história, mesmo!

    ResponderEliminar
  3. A mulher devia era ter ficado presa . Que vergonha !

    ResponderEliminar
  4. foi ela que pôs lá o filho, foi busca-lo de novo e agora quer vende-lo?! oh meu deus

    ResponderEliminar
  5. R: vê pelo lado positivo, assim és única :) foi o que me disseram uma vez

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que se essa mãe quisesse mesmo o melhor para o filho, como diz, nunca teria aceite dinheiro em troca. Mas quem é a mãe que vende um filho?! Essas pessoas até deviam ser proibidas de engravidar ou, quando der à luz, o bebé devia ser logo retirado. É uma medida extrema mas pronto :\

    ResponderEliminar
  7. Justiça em Portugal, se o Pai fosse estrangeiro a mãe estava presa.
    Prefiro muitas vezes "fechar" os olhos a estes assuntos porque esta justiça me revolta.

    ResponderEliminar
  8. Sim, saiu em liberdade condicional com termo de identidade e residência mas nem se quer proibida de ver os filhos está! Isto é completamente ridículo. Queria vendê-lo, e depois nem proibida de chegar perto dele e? Devem estar à espera que desapareça novamente.

    ResponderEliminar
  9. Bem... todos os dias vejo os jornais e não conhecia essa história :o

    R: é uma boa ideia querida!

    ResponderEliminar